Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Plástico na agricultura impulsiona modernidade e promove a sustentabilidade

Foto: Unilever / Divulgação

O plástico na agricultura desempenha um papel fundamental, indo além da proteção de insumos durante o transporte e na venda, pois também é essencial durante a fase de cultivo dos alimentos. Um exemplo disso são as estufas tipo túnel, produzidas em plástico de etileno-acetato de vinila (EVA), capazes de prolongar a temporada de cultivo e proteger as culturas agropecuárias do clima adverso, ao mesmo tempo em que reduzem a necessidade de água. Essa tecnologia permite o cultivo de alimentos nutritivos a um baixo custo, beneficiando tanto os produtores quanto os consumidores.

Rica Mello, líder da Câmara de Descartáveis e fundador do projeto Plástico Amigo, ressalta que as estufas confeccionadas em plástico têm vantagens significativas em relação aos materiais tradicionais, como vidro ou estruturas de metal. “O plástico utilizado na construção das estufas é leve, durável, resistente e pode ser moldado em diferentes formas e tamanhos, de acordo com as necessidades. Além disso, as estufas de plástico são mais acessíveis em termos de custo de construção e manutenção, além de proporcionarem um melhor isolamento térmico, permitindo um controle mais preciso da temperatura e umidade interna”, revela.

Segundo Rica, o plástico tem uma infinidade de aplicações na agricultura. Além de seu uso frequente em estufas, criando um ambiente controlado para o cultivo de plantas, ele também pode ser empregado como cobertura para proteger os alimentos de elementos externos, como vento, chuva e insetos. Além disso, é utilizado na fabricação de filmes agrícolas, que ajudam a reter a umidade, regular a temperatura do solo e controlar o crescimento de ervas daninhas. Essas soluções são fundamentais para aumentar a produtividade, economizar água e controlar pragas e doenças nas plantações.

Publicidade

O especialista destaca ainda que os sacos utilizados para o armazenamento de grãos podem ser reciclados e transformados em novos produtos. “A reciclagem do plástico agrícola é essencial para garantir a sustentabilidade dessa indústria. Programas estão surgindo com o objetivo de transformar os resíduos em produtos reutilizáveis, como tubos de irrigação, bandejas de mudas, sacos de cultivo e até mesmo estruturas de estufas. Essa abordagem visa criar uma economia circular, garantindo um destino adequado para o plástico utilizado na agricultura. A coleta e reciclagem de sacos de grãos também são incentivadas para reduzir o desperdício e promover práticas sustentáveis no setor”, pontua.

Mello enfatiza que o plástico desempenha um papel importante na agricultura. “Com uma gestão adequada dos resíduos e a implementação de programas de reciclagem, a indústria agrícola pode desfrutar dos benefícios desse material, ao mesmo tempo em que mantém altos padrões de sustentabilidade”, finaliza.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado