Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

UBS e Governo Suíço assinam acordo histórico para cobrir perdas do Credit Suisse

(Crédito: UBS/Divulgação)

Nesta sexta (09/06), UBS e Governo Suíço assinam acordo marcando um fato histórico no setor financeiro internacional. O objetivo é cobrir possíveis perdas decorrentes do resgate do Credit Suisse (CS), eliminando assim um grande obstáculo para a conclusão da aquisição.

De acordo com as informações divulgadas pelo governo suíço, o acordo abrange uma carteira específica de ativos do Credit Suisse, correspondente a aproximadamente 3% dos ativos combinados dos bancos envolvidos, totalizando cerca de 44 bilhões de francos suíços. Com a assinatura desse acordo, um dos últimos obstáculos para a aquisição de 3,3 bilhões de dólares é removido.

Segundo os termos estabelecidos, o UBS assumirá as primeiras 5 bilhões de francos suíços em perdas, enquanto o governo será responsável pelos próximos 9 bilhões. A carteira de ativos que será coberta inclui principalmente empréstimos, derivativos, ativos herdados e produtos estruturados da unidade não essencial do Credit Suisse.

Publicidade

Vale ressaltar que o acordo permanecerá em vigor até a liquidação final da carteira, e o UBS pagará ao governo uma série de taxas pelo suporte prestado. Essas taxas incluem um valor inicial de 40 milhões de francos suíços, além de uma taxa anual de 0,4% sobre os 9 bilhões de francos suíços.

Ao calcular as perdas, será adotada uma abordagem líquida, o que significa que eventuais lucros da carteira também serão considerados. O governo suíço destaca que tanto o governo quanto o banco têm como prioridade minimizar as perdas e evitar ao máximo o uso da proteção contra perdas.

Com a resolução desse impasse, a aquisição do Credit Suisse pelo UBS dá mais um passo significativo rumo à conclusão. O acordo entre o UBS e o governo suíço representa um exemplo de cooperação e comprometimento para superar desafios financeiros e fortalecer o setor bancário suíço.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado