Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Poderoso impacto da Formalização do MEI na economia brasileira

(Foto: Michael Burrows/Pexels)

O impacto da formalização do MEI na economia brasileira tem sido imenso, revela estudo do Sebrae e FGV. Esse processo tem gerado um impacto econômico de entre R$ 19,81 bilhões e R$ 69,56 bilhões. Este aumento é o resultado direto do aumento de renda que os proprietários de pequenos negócios experimentam ao se formalizarem, aumentando a renda entre 7% e 25% ao obter um CNPJ.

Confira mais dados:

Renda Média dos Empreendedores Formalizados x Não Formalizados

Publicidade

Quando se trata da renda média dos empreendedores, a pesquisa do Sebrae revela que aqueles que são formalizados há algum tempo e que na grande maioria são MEIs, têm uma renda média de R$ 3.507,57. Em contraste, aqueles que não são formalizados têm uma renda média de apenas R$ 1.208,61.

O Impacto da Formalização na Dedicação e na Profissionalização dos Negócios

De acordo com o estudo, a formalização do MEI também reflete em uma maior dedicação ao negócio, com um aumento da média de 35 horas semanais para 43,4 horas para aqueles com um CNPJ. Esta mudança indica uma diminuição da “capacidade ociosa” do negócio, levando a um aumento direto na renda e na profissionalização da empresa.

MEI: Benefícios além do Empreendedor

“Esses dados mostram que o MEI vale a pena não apenas para os empreendedores, mas para toda a sociedade. Sem esta figura jurídica, estabelecida em 2009, o ganho de até R$ 69 bilhões não existiria. A formalização aumenta a renda e as horas de trabalho dos donos de pequenos negócios”, ressalta o presidente do Sebrae, Décio Lima.

Crédito para MEIs e a Expansão de Pequenos Negócios

No final de 2022, os Microempreendedores Individuais detinham um crédito total de R$ 135,4 bilhões, dos quais R$ 117,4 bilhões, ou seja, 87% do valor total, foram solicitados por esses empreendedores como pessoa física, enquanto apenas R$ 18 bilhões foram solicitados por pessoas jurídicas.

A Expansão do MEI no Brasil

Desde a criação do MEI como figura jurídica, cerca de 17,4 milhões de brasileiros tiveram um CNPJ de Microempreendedor Individual em algum momento, o que corresponde a 1 a cada 12 brasileiros. O levantamento destaca um crescimento impressionante de cerca de 215% entre 2014 e 2022, quando o número de empreendedores formalizados saltou de 4,6 milhões para 14,6 milhões.

O MEI e sua Importância para a Economia Brasileira

Através desta pesquisa inédita, fica evidente o impacto significativo que a formalização de microempreendedores individuais tem tido sobre a economia brasileira. Não só a renda média dos empreendedores aumenta, mas o nível de profissionalização dos negócios também. A figura do MEI tem demonstrado ser não apenas uma vantagem para os empreendedores individuais, mas também um catalisador para a economia do país como um todo. Portanto, a formalização de MEIs é, sem dúvida, uma ferramenta poderosa para a expansão de pequenos negócios e o desenvolvimento econômico do Brasil.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado