Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Febraban: Isaac Sidney Defende Investimentos Privados como Impulsionadores da Economia Brasileira

Foto: LinkedIn

Isaac Sidney, presidente da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), enfatizou a importância de intensificar os investimentos na economia brasileira, especialmente do setor privado, durante uma reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social Sustentável (CDESS).

Ele elogiou os limites de investimento estabelecidos pela proposta do novo arcabouço fiscal, mas ressaltou a necessidade de mais ações. “Para alcançar um crescimento de longo prazo, devemos expandir substancialmente o nível de investimentos na nossa economia, tanto públicos quanto privados,” argumentou Sidney.

O presidente da Febraban expressou que a economia brasileira deve “abrir espaço para as PPPs (Parcerias Público-Privadas)”, a fim de expandir investimentos em infraestrutura. Destacou a necessidade do expertise e dos recursos do setor privado para tal expansão.

Publicidade

Num cenário de altas taxas de juros, Sidney defendeu a diminuição do custo do crédito, que, segundo ele, está principalmente associado à tributação sobre a intermediação financeira e à inadimplência. “Precisamos urgentemente reduzir o custo Brasil no crédito. Bancos não precisam de juros altos para lucrar,” declarou.

Além disso, o mandatário da Febraban pediu o estímulo ao mercado de capitais, sugerindo que o setor privado deve assumir operações de risco administrável, enquanto em setores de alto risco, o BNDES e os fundos garantidores devem atuar.

As ideias de Sidney realçam a necessidade de um papel mais ativo do setor privado na formação de uma economia brasileira mais robusta. O desafio é como alavancar e utilizar esses investimentos privados para apoiar o crescimento sustentável do país.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado