Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Empreendedorismo feminino em ascensão: Mulheres lideram 34,4% dos negócios no Brasil

Imagem: Freepik

O empreendedorismo feminino no Brasil tem ganhado destaque nos últimos anos. Segundo uma pesquisa recente realizada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), com base em dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), as mulheres lideram 34,4% do total de negócios no país. Isso representa um total de 10,3 milhões de empreendedoras ativas no cenário empresarial brasileiro.

Esse número faz parte de um contingente de 30 milhões de proprietários de negócios no Brasil, incluindo homens e mulheres. Este é o maior índice registrado na série histórica, demonstrando um crescimento constante e significativo do empreendedorismo feminino.

O estudo também trouxe à tona a resiliência das mulheres empreendedoras durante o período desafiador da pandemia. Após uma queda observada durante a crise sanitária, quando a proporção de mulheres como proprietárias de negócios caiu para 33,4% no 2º trimestre de 2020, o segmento conseguiu se recuperar. No entanto, a participação feminina ainda não superou a melhor marca histórica, que foi de 34,8% no 4º trimestre de 2019.

Publicidade

Outro dado importante trazido pela pesquisa é o crescimento no número de mulheres que geram empregos em suas empresas. Entre 2021 e 2022, houve um aumento de 30% na quantidade de mulheres que empregam outras pessoas em seus negócios, um incremento de cerca de 300 mil. No entanto, ainda há um longo caminho a percorrer, pois 9 em cada 10 mulheres administram seus negócios de forma independente, sem a contratação de funcionários.

No ranking estadual, Rio de Janeiro e Ceará se destacam como líderes no quesito mulheres à frente de negócios, com uma proporção de 38% em relação ao total de empreendedores, superando a média nacional de 34,4%.

A pesquisa do Sebrae destaca a força e a importância do empreendedorismo feminino no Brasil, apesar dos desafios enfrentados durante a pandemia. As mulheres têm demonstrado sua capacidade de liderança, inovação e resiliência, contribuindo significativamente para o crescimento e a diversificação do cenário empresarial brasileiro.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado