Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Saídas líquidas de R$ 11 bilhões: Fundos de investimento enfrentam desafios

Imagem: Pixabay

Os Fundos de Investimento enfrentaram um período desafiador, registrando saídas líquidas de R$ 11 bilhões entre os dias 12 e 16 de junho, de acordo com dados divulgados pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (ANBIMA). Os Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDCs) foram os mais afetados, seguidos por multimercados, ações e ETFs. No entanto, os fundos de renda fixa apresentaram captação líquida positiva, demonstrando uma preferência dos investidores por essa modalidade.

Os FIDCs registraram R$ 12,2 bilhões de resgates líquidos, sendo um único fundo responsável por R$ 12 bilhões dessas saídas. Os multimercados fecharam a semana com R$ 3,5 bilhões de resgates, influenciados por um fundo específico que teve saques de R$ 4 bilhões.

No segmento de ações, as saídas líquidas foram de R$ 1,7 bilhão, enquanto os ETFs apresentaram resgates de R$ 854,7 milhões. Neste caso, um único fundo de ETFs teve resgates de R$ 908 milhões.

Publicidade

Por outro lado, os fundos de renda fixa se destacaram com uma captação líquida positiva de R$ 6,5 bilhões, mostrando a preferência dos investidores por segurança e estabilidade. Os fundos de previdência também registraram captação positiva de R$ 399,7 milhões, seguidos pelos Fundos de Investimento em Participações (FIPs) com R$ 377,7 milhões e os fundos cambiais com R$ 14,5 milhões.

Esses números refletem o comportamento dos investidores e as estratégias adotadas em um cenário de volatilidade e incertezas econômicas. Enquanto alguns fundos enfrentaram desafios, outros se beneficiaram das oportunidades oferecidas pelo mercado.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado