Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Economista internacional defende ação do Banco Central diante de críticas

(Foto: Divulgação)

O economista-chefe do Instituto de Finanças Internacionais (IIF), Robin Brooks, expressou sua opinião de que as críticas ao Banco Central do Brasil são desnecessárias.

Brooks, ex-chefe estrategista do Goldman Sachs e ex-economista sênior do Fundo Monetário Internacional (FMI), destacou a importância da credibilidade da política econômica, em uma publicação em sua conta no Twitter.

“É especialmente chocante em uma semana em que o Banco Central da Turquia elevou a taxa em 650 pontos-base, e a lira ainda caiu. A credibilidade da política é fácil de perder e difícil de recuperar. O Banco Central do Brasil merece elogios por agir de forma precoce e cautelosa”, afirmou.

Publicidade

O Banco Central brasileiro tem enfrentado críticas após a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) de manter a taxa Selic em seu patamar atual, que é de 13,75%. Essas críticas incluem declarações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do atual ministro da Fazenda, Fernando Haddad.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado