Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Caminhões de mineração: Testes de superbaterias impulsionam a eletrificação pesada

Pelo menos dois fabricantes de equipamentos pesados estão avançando nos testes de baterias para caminhões de mineração acima de 200 toneladas, abrindo caminho para a possibilidade de equipar os primeiros modelos desse porte com motorização totalmente elétrica. Segundo o Electric Mine Report, a Caterpillar está testando uma bateria para um caminhão de 265 toneladas, enquanto a Liebherr avalia uma reserva densa de energia para um modelo de 240 toneladas.

Essas “superbaterias” representam um avanço significativo, já que os modelos anteriores só eram capazes de mover caminhões abaixo de 200 toneladas. Elas são o primeiro passo para viabilizar uma nova geração de caminhões verdes, além dos híbridos diesel-elétricos e caminhões a hidrogênio. Segundo o relatório, as “superbaterias” têm o potencial de zerar as emissões diretas nos veículos responsáveis pelo transporte de minério, que atualmente contribuem com metade da pegada de carbono do setor. Isso é um avanço consistente no objetivo de neutralizar as emissões até 2050, como defendido pelas mineradoras do conselho ICMM, que representam cerca de 30% da produção global de minérios.

No entanto, o relatório também aponta que a descarbonização do setor de mineração depende de pesquisas em outras áreas. O desenvolvimento de sistemas embarcados para carregar as baterias ainda não atingiu soluções adequadas às necessidades das mineradoras. Além disso, os carregadores estacionários disponíveis precisam ser aprimorados para reduzir o tempo de recarga, pois atualmente levam de dez a 40 minutos para carregar as baterias de 100 a 400 kWh dos modelos de até 200 toneladas.

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado

Diante desses desafios, a ABB, empresa de sistemas elétricos, está explorando uma alternativa interessante. Além de buscar carregadores mais rápidos, a empresa estuda o uso de linhas elétricas aéreas (trolleys) que já são utilizadas para mover bondes e caminhões híbridos em minas. Essa abordagem permitiria o carregamento contínuo das baterias enquanto o caminhão está em movimento e conectado à rede elétrica. Esses sistemas de trolley já estão sendo usados com sucesso em minas de cobre na Suécia e no Canadá, reduzindo as emissões de CO2 em até 90% e aumentando a velocidade média em comparação aos caminhões a diesel.

Embora a ABB ainda não tenha planos divulgados para testar caminhões a bateria nessas redes de trolley, essa abordagem promissora mostra o potencial de avanços futuros na eletrificação dos caminhões de mineração.

(Foto Idi Sumardi/Pexels)

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado