Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Presidente do FED afirma que juros americanos devem subir

Gráfico mostra taxa de juros subindo.
(Foto: Alesia Kozik/Pexels)

Nesta sexta-feira (25), durante o 46º simpósio anual de Jackson Hole, Jerome Powell, presidente do Federal Reserve (Fed), o Banco Central dos Estados Unidos, fez declarações sobre as perspectivas das taxas de juros do país. Powell afirmou que o Fed está pronto para elevar ainda mais as taxas de juros americanos, se necessário, e que dois meses de bons dados de inflação são apenas o começo para construir a confiança no indicador econômico.

O evento, que acontece no Wyoming (EUA), reúne líderes econômicos, banqueiros centrais e acadêmicos para discutir temas relevantes para a economia global.

Entenda como o aumento de juros nos EUA pode afetar a economia brasileira 

Publicidade

Segundo Powell, as taxas reais estão acima das estimativas e o progresso na inflação de serviços não habitacionais é essencial para fortalecer a confiança na economia. Ele também destacou que o crescimento da economia acima da tendência pode demandar a manutenção do aperto monetário.

Powell afirmou: “Estamos preparados para aumentar ainda mais as taxas, se for apropriado, e pretendemos manter a política num nível restritivo até estarmos confiantes de que a inflação está a descer de forma sustentável em direção ao nosso objetivo”.

O presidente do Fed também abordou a inflação nos EUA, mencionando que a redução da inflação é um processo em andamento, apesar das leituras mais favoráveis recentes. Ele ressaltou que a trajetória da inflação segue as tendências globais, e que fatores globais, como a guerra da Rússia contra a Ucrânia, podem influenciar a volatilidade dos preços de alimentos e energia, afetando o cenário econômico.

 

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado