Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Londres começa a taxar carros poluentes

Com uma economia em baixa e saídas contínuas de investidores, o Reino Unido enfrenta desafios, mas a recuperação da bolsa de valores britânica está trazendo otimismo e atratividade para os investidores globais.
Foto: Divulgação/WTTC

A cidade de Londres deu um passo adiante em suas medidas de combate à poluição ao ampliar a Zona de Emissão Ultrabaixa (Ultra Low Emission Zone – ULEZ) a partir desta terça-feira (29). A medida visa reduzir as emissões de CO2 e melhorar a qualidade do ar na capital britânica. A ULEZ foi implementada pela primeira vez em 2019. Londres a primeira cidade do mundo a introduzir uma área com restrições de emissões 24 horas por dia.

A nova expansão da zona de taxação significa que os carros poluentes que circularem na cidade terão que pagar uma taxa diária de 12,50 libras. Essa medida visa incentivar a adoção de veículos mais limpos e menos prejudiciais ao meio ambiente.

A Zona de Emissão Ultrabaixa estabelece padrões rigorosos de emissão para os veículos que circulam em seu interior. Aqueles que não cumpram esses padrões são sujeitos à taxa diária. A medida também representa um aprimoramento de uma legislação de rodízio de 2003 que visava inicialmente reduzir o congestionamento no centro de Londres.

Com a ampliação da zona de taxação, a cidade reforça sua posição como pioneira na adoção de medidas eficazes contra a poluição e em prol de um ambiente mais saudável. Enquanto o objetivo principal da ULEZ é reduzir as emissões de CO2 e melhorar a qualidade do ar, a taxa também pode ter implicações econômicas, uma vez que os proprietários de carros mais antigos e poluentes terão que arcar com o custo adicional para circular na cidade.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado