Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Aprovação de grupamento: ações da Marisa (AMAR3)

Marisa Lojas
Foto: Divulgação

A Marisa (AMAR3) anunciou que a assembleia geral extraordinária realizada nesta sexta-feira (22) votou pela aprovação de grupamento das ações da companhia. Essa decisão tem como principal objetivo atender às exigências da B3. O valor de cotação das ações de empresas listadas na bolsa deve igual ou superior a R$ 1 por unidade. Lembrando que a empresa vem enfrentando problemas no mercado financeiro.

Expectativa de melhoria

A princípio, a administração da Marisa acredita que o grupamento proporcionará a adequação do valor de negociação das ações ao mercado de valores mobiliários brasileiro. Em seguida, ocorrerá a liquidez e dispersão das ações no mercado secundário.

A partir do dia 25 de setembro de 2023, os acionistas terão um período de 30 dias para ajustar suas posições de ações. Neste sentido, é necessário ajustes para lotes múltiplos de 5 ações. Os acionistas poderão realizar esses ajustes por meio de negociações privadas ou por intermédio de sociedades corretoras autorizadas pela B3.

Publicidade

Ambiente de negociação favorável

As ações serão negociadas como grupamento a partir do primeiro pregão subsequente, no dia 25 de outubro de 2023. Sendo assim, após o encerramento do período para livre ajuste. Vale ressaltar que, no último fechamento, as ações AMAR3 estavam cotadas a R$ 0,63, acumulando uma queda de 49,6% no ano. O grupamento busca trazer benefícios tanto para a empresa quanto para seus acionistas, alinhando-se às regras da bolsa e promovendo um ambiente de negociação mais favorável.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado