Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

China Eastern Airlines: compra de aviões avaliada em bilhões

China Eastern Airlines anunciou hoje um acordo histórico para a compra de 100 aviões C919 da Commercial Aircraft Corporation of China (COMAC).
Foto: Divulgação

A China Eastern Airlines anunciou hoje(28) um acordo histórico para a compra de 100 aviões C919 da Commercial Aircraft Corporation of China (COMAC). O valor total é de US$ 10 bilhões, com base nos preços de lista. Essa transação representa a maior encomenda já feita deste jato.

A companhia aérea estatal revelou que obteve um “desconto substancial” para o negócio. As aeronaves serão entregues em lotes, no período entre 2024 e 2031. Apesar do preço de lista do C919 ser de US$ 99 milhões, é comum que novos modelos de aeronaves tenham descontos de até 50%.

Este acordo ocorre cinco meses após o voo inaugural do C919. A aeronave de passageiros desenvolvida pela estatal COMAC para competir com os modelos A320neo da Airbus e os 737 MAX da Boeing. A China Eastern, sediada em Xangai e também estatal, foi a primeira empresa a operar o C919, tendo adquirido cinco unidades, das quais três já foram entregues. As outras duas estão previstas para serem entregues ainda este ano.

Publicidade

Boeing em desvantagem

A Boeing, por sua vez, aguarda há mais de quatro anos para retomar as entregas de seu mais vendido 737 MAX para companhias aéreas chinesas, após dois acidentes fatais que levaram à suspensão das entregas. Juntamente com isso, a empresa praticamente não recebeu novos pedidos de companhias aéreas chinesas desde 2017, devido às crescentes tensões políticas e comerciais entre Pequim e Washington.

Li Hanming, um analista independente da indústria da aviação, afirmou que este acordo teve origem em um pedido anterior de intenção. “O anúncio ocorre no primeiro aniversário da emissão do certificado de tipo para o C919”, explicou Li. “A COMAC tem tido um bom início nas entregas do C919 até o momento. Em seguida, o fabricante de aeronaves irá cooperar mais de perto com a China Eastern para demonstrar a confiabilidade e o desempenho do C919 a outros potenciais compradores.”

Ascensão da China Eastern

Dessa forma, a China Eastern declarou que a aquisição dessas aeronaves adicionais fortalecerá sua frota em um momento em que as viagens aéreas estão se recuperando vigorosamente após três anos de restrições relacionadas à COVID-19. Além disso, a companhia aérea precisa aposentar um grande número de suas aeronaves de corredor estreito devido à idade avançada.

O pagamento da compra será feito em parcelas, utilizando recursos próprios da China Eastern, empréstimos bancários e emissão de títulos. A entrega das aeronaves começará com cinco unidades em 2024, seguidas por dez unidades a serem entregues anualmente de 2025 a 2027. Entre 2028 e 2030, serão entregues 15 C919s por ano, com as últimas 20 aeronaves programadas para 2031.

De acordo com a GallopAir, uma nova companhia aérea sediada em Brunei, anunciou a assinatura de uma carta de intenção para a compra de 30 aeronaves da China, totalizando US$ 2 bilhões em valor. O acordo inclui 15 pedidos da aeronave ARJ21 da COMAC e 15 do C919.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado