Alta captação em fundos: R$ 12,6 bi em uma semana

(Foto: Artem Podrez/Pexels)

A captação líquida em fundos de investimento no Brasil atingiu um novo patamar, com R$ 12,6 bilhões registrados na última semana, segundo a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). Este marco demonstra um vigoroso interesse dos investidores em diferentes classes de fundos.

O período de 13 a 17 de novembro foi particularmente positivo para o setor, com aplicações totalizando R$ 159,6 bilhões frente a R$ 147 bilhões em resgates. No acumulado do mês, os fundos atingiram uma captação líquida de R$ 36,3 bilhões.

Os fundos de renda fixa despontaram, com entradas líquidas de R$ 12,1 bilhões. Destacaram-se os fundos com investimento em títulos públicos de curto prazo, responsáveis por R$ 7 bilhões desse total, e os de duração livre com investimentos majoritários em títulos públicos, adicionando R$ 5,4 bilhões.

Além desses, FIDCs, ETFs, fundos de previdência e FIPs também tiveram resultados positivos. Notavelmente, FIDCs e fundos de previdência se destacaram com aportes expressivos de R$ 4,9 bilhões e R$ 718 milhões, respectivamente.

Por outro lado, fundos multimercado enfrentaram saídas líquidas de R$ 4,4 bilhões, sendo a maior perda pelo segundo mês consecutivo. Fundos de ações e cambiais também registraram resultados negativos, com saídas de R$ 2,1 bilhões e R$ 25,4 milhões, respectivamente.

Empresário Geldo Machado, controlador do grupo financeiro Valorize Cred.

“Os números refletem uma dinâmica interessante no mercado de fundos de investimento no Brasil. Enquanto algumas classes de fundos, como renda fixa e ETFs, veem um influxo significativo de capital, outras, como multimercados e ações, enfrentam desafios. Este cenário destaca as tendências e preferências dos investidores no atual contexto econômico do país”, disse o ex-banqueiro Geldo Machado, presidente do grupo financeiro Valorize Cred, do SINFAC (CE.PI.MA.RN) e da Câmara Setorial do Mercado Financeiro do Sistema Fecomércio-CE.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado