Queda de ações do Magazine Luiza na Black Friday

Magazine Luiza (MGLU3) valoriza-se em R$ 2,8 bilhões, subindo 24,43%, com alívio nos juros e dados de inflação nos EUA, mas analistas divergem sobre perspectivas e riscos contábeis.
Foto: Divulgação

Na Black Friday, as ações do Magazine Luiza (MGLU3) registraram queda surpreendente. Às 16h48, o valor por ação atingiu R$ 1,99, uma baixa de 8,29%.

Esta semana, o papel do Magazine Luiza estava em declínio, marcando uma redução de 13%. O cenário contradiz as previsões, dada a estabilidade recente nos juros futuros. Rafael Passos, da Ajax Asset, observa que um comprador anônimo, operando através do Goldman Sachs, impulsionou as ações da empresa no dia 20 de novembro, elevando-as a R$ 2,28.

O mercado americano, reabrindo após o feriado de Ação de Graças, fechou mais cedo, impactando as transações. ‘Com a ausência de investidores internacionais, os locais aproveitam para vender e capitalizar nos recentes ganhos’, explica Passos. A análise técnica da XP sugere que, apesar da queda, MGLU3 mostra uma tendência de alta a curto prazo. Se ultrapassar R$ 2,35, poderia alcançar entre R$ 2,99 e R$ 4,03. Os suportes atuais estão em R$ 2,06 e R$ 1,73.

A situação atual das ações do Magazine Luiza reflete uma dinâmica complexa de mercado, com influências externas e internas afetando as negociações. Investidores permanecem atentos às flutuações futuras.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado