Pesquisar
Close this search box.

Natal nos anos 70 e 80: os presentes que marcaram época

(Foto: Kevin Bidwell/Pexels)

Os presentes de Natal mais desejados dos anos 70 e 80, marcados por uma vibrante mistura de inovações tecnológicas e revolução musical, simbolizam uma época de mudanças culturais significativas. Nesse período, a simplicidade da infância se entrelaçava com o avanço digital, resultando em momentos mágicos tanto para crianças quanto para adultos.

Cada brinquedo, jogo e dispositivo inovador da época não servia apenas como uma fonte de entretenimento, mas também refletia o espírito entusiasta e inovador daqueles tempos. Esses itens simbolizavam as tendências culturais e tecnológicas, agindo como verdadeiros marcos de uma era vibrante.

Neste contexto, convidamos você a embarcar nesta jornada nostálgica, revisitando os presentes que não apenas proporcionaram diversão, mas também definiram os Natais daquelas décadas empolgantes. Além disso, esta retrospectiva oferece uma oportunidade única de entender como esses momentos influenciaram e moldaram as gerações daquela época, proporcionando uma compreensão mais profunda do impacto cultural desses presentes memoráveis.

  • Banco Imobiliário (1970s-1980s): Este clássico jogo de tabuleiro, produzido pela Estrela, é a versão brasileira do famoso Monopoly. Com uma interessante variação, o Banco Imobiliário incorpora cartas de sorte, que podem variar de 20 a 40, especialmente na edição Deluxe. O jogo envolve a compra e venda de propriedades, desafiando os jogadores com estratégias imobiliárias em um contexto lúdico;
  • Pogobol (1987): Popular entre as crianças dos anos 1980, o Pogobol é um brinquedo ao ar livre que lembra um pula-pula. Consistindo de uma esfera de plástico ou borracha, cortada por um disco plano onde os pés são colocados, este brinquedo era perfeito para horas de diversão e exercício no quintal, promovendo a coordenação e o equilíbrio das crianças de forma lúdica e animada;
  • Cai não Cai (1976): Lançado pela Estrela em abril de 1976, o Cai não Cai é um jogo para 2 a 4 jogadores que combina estratégia e habilidade. O jogo consiste em um tubo de acrílico amarelo com vários furos, apoiado em uma base. Os jogadores inserem varetas e bolinhas de gude no tubo, criando um labirinto. O desafio é remover as varetas cuidadosamente, evitando que as bolinhas caiam. Este jogo simples, mas cativante, testa a paciência e a destreza dos jogadores;
  • Atari (1977): Revolucionando o mundo dos videogames, o Atari lançou seu primeiro console, o VCS (Video Computer System), em 1977. Apesar do preço inicial elevado, cerca de 200 dólares, a marca alcançou seu auge com o lançamento do Atari 2600 no mesmo ano. Este modelo se tornou um ícone da empresa e definiu uma geração de jogos eletrônicos. No Brasil, o Atari 2600 chegou em 1983 pelas mãos da Gradiente e rapidamente se estabeleceu como o console mais popular, mantendo sua posição de destaque até o final dos anos 80.
  • NES e Super Mario Bros (1985): O Nintendo Entertainment System revolucionou o mundo dos videogames, com jogos como Super Mario Bros. tornando-se ícones culturais;
  • Bonecos de Ação (1980s): Figuras de “G.I. Joe”, “Transformers” e “He-Man” dominaram as brincadeiras, com lançamentos ao longo de toda a década;
  • Cabbage Patch Kids (1983): Estas bonecas de pelúcia tiveram um sucesso estrondoso, com pais enfrentando multidões para conseguir uma para seus filhos.
  • Jogos de Tabuleiro Clássicos (1980s): Jogos como “Monopoly” e “Scrabble” continuaram a ser favoritos, promovendo a interação familiar;
  • Walkmans e Equipamentos de Áudio (1979): O Walkman da Sony, um dispositivo inovador que permitia ouvir música em qualquer lugar, era um dos presentes mais cobiçados. Além disso, outros aparelhos de áudio, como toca-discos, rádios portáteis e gravadores de fita cassete, também faziam sucesso, permitindo que as pessoas desfrutassem de suas músicas favoritas de maneiras variadas;
  • Câmeras Instantâneas e Fotográficas (1980s): Na era dourada da fotografia, as câmeras instantâneas, especialmente as da Polaroid, eram presentes muito procurados, oferecendo a magia de fotos desenvolvidas em minutos. Câmeras de filme convencionais também eram populares, capturando memórias em formatos tradicionais;
  • Moda Vibrante (1980s): A moda desta década se destacava por sua ousadia e cores vibrantes. Itens como jaquetas de membros, leggings neon e joias extravagantes eram altamente desejados, refletindo as tendências audaciosas da época;
  • Mídia de Entretenimento (1980s): Filmes em VHS e cassetes de música refletiam a cultura pop vibrante da época, sendo presentes frequentes;
  • Bestsellers de Stephen King (1980s): Livros de autores populares, como Stephen King, eram presentes tradicionais, oferecendo suspense e aventura;
  • Computadores Pessoais (Final dos anos 80): Os primeiros computadores da Apple e IBM abriram um novo mundo de possibilidades e eram presentes de alto valor;
  • CD Player: Lançado inicialmente no Japão e na Europa em 1º de outubro de 1982, o CD player rapidamente se tornou um item desejado em todo o mundo. Chegando à América do Norte em fevereiro de 1983 e ao Brasil em julho de 1987, este dispositivo representou uma revolução na maneira de ouvir música, marcando o início de uma nova era na qualidade sonora digital;
  • Diversidade de Bonecas (1980s): Bonecas como Susi, Moranguinho e outras ofereciam às crianças uma ampla gama de escolhas, incentivando a imaginação e o jogo criativo.

Esperamos que tenha gostado de reviver essa seleção com os presentes de natal mais desejados dos anos 70 e 80.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado