Cuba busca impulso no turismo em 2024 com ajuda russa

Cuba
Foto: Alexandre Kunze/ Unsplash

O governo de Cuba está concentrando os esforços em atrair turistas russos para impulsionar o setor de turismo em 2024, após um ano de desempenho abaixo das expectativas em 2023. O embaixador cubano em Moscou, Julio Antonio Garmendía, revelou que cerca de 185 mil turistas russos visitaram Cuba no ano passado. Portanto, as autoridades esperam que esse número cresça para 250 mil em 2024.

O aumento de 35% na chegada de turistas russos é importante para a indústria turística cubana. O país tem enfrentado dificuldades para se recuperar da pandemia de Covid-19. Além disso, as sanções impostas pelos Estados Unidos durante o governo do ex-presidente Donald Trump complicaram as viagens de cidadãos norte-americanos para a ilha.

A Rússia, aliada histórica de Cuba, lançou o cartão de crédito MIR para uso na ilha, tornando mais fácil para os cidadãos russos fazer transações durante as visitas às cidades e resorts cubanos.

Com a economia cubana enfrentando uma crise sem precedentes e escassez de produtos, as divisas estrangeiras geradas pelo turismo são importantes para importar alimentos, combustíveis e medicamentos. Em 2023, 2,4 milhões de turistas visitaram a ilha, ou seja, de 1,1 milhão a menos do que o previsto no orçamento nacional.

Para 2024, as autoridades de turismo cubanas projetam um aumento. A expectativa de que 3,2 milhões de turistas visitem o país. No ano passado, as principais fontes de turistas para a ilha foram do: Canadá; cubanos que vivem no exterior; Rússia; Estados Unidos; Espanha e Alemanha.

 

Confira a quantidade de visitantes em 2023:

 

PaísNúmero de Visitantes
1º Canadá936.436
2º Cubanos no Exterior358.481
3º Rússia184.819
4º Estados Unidos159.032
5º Espanha89.285
6º Alemanha69.475

 

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado