Chumbo em copos Stanley: saiba o que diz a empresa diante de preocupações

Chumbo em copos Stanley
(Foto: Divulgação/Stanley).

A marca Stanley, conhecida por seus produtos térmicos, enfrenta uma onda de preocupações. Usuários nas redes sociais, principalmente nos Estados Unidos, realizaram testes caseiros nos copos e garrafas da marca, revelando a presença de chumbo. Essa descoberta de chumbo nos copos Stanley levantou dúvidas sobre a segurança dos itens.

Os vídeos, no geral postados no TikTok, mostram o uso de kits de teste para metais pesados. Surpreendentemente, muitos indicaram positivo para chumbo nos produtos Stanley. O chumbo, conhecido por seus riscos à saúde, gerou uma imediata reação do público e questionamentos sobre a integridade dos produtos.

Posicionamento da Stanley

Em resposta, a Stanley enviou uma nota esclarecendo a situação. Segundo a empresa, o chumbo é usado apenas na vedação da base dos copos. Eles garantem que uma camada de aço inoxidável cobre completamente essa área, evitando qualquer contato do chumbo com os usuários ou com alimentos e bebidas.

A empresa enfatiza que seus produtos passam por testes rigorosos e atendem a todas as normas regulatórias nos EUA e na Europa. Além disso, afirmam que em casos extremos, onde a camada protetora possa se soltar, o produto ainda estaria seguro e coberto pela garantia vitalícia.

“A Stanley esclarece que não há chumbo em parte alguma da superfície de seus produtos que entre em contato com o consumidor, ou com líquidos e alimentos que estejam sendo consumidos. A marca utiliza um processo de fabricação que segue o padrão global da indústria para realizar o selamento na parede externa e garantir o isolamento a vácuo. Este material de vedação inclui uma parcela de chumbo em sua composição. No entanto, uma vez selada, esta área é coberta por uma camada não removível de aço inoxidável, tornando-a inacessível aos consumidores.” Afirmou a nota da empresa.

A empresa também declarou que “na rara ocorrência desta tampa de inox se soltar, devido a algum caso extremo, possivelmente expondo o selante, este continuará sem contato com o conteúdo, sendo o produto devidamente coberto pela Garantia Vitalícia oferecida a todos os itens Stanley”.

“A marca garante que seus produtos atendem a todas as exigências regulatórias dos EUA e Europa, incluindo a Prop65, e esclarece ainda que testa e valida a conformidade de todos os itens por meio de laboratórios terceirizados credenciados pela FDA, que verificam se os produtos seguem diretrizes rigorosas, incluindo, entre outros, os requisitos regulatórios de BPA/BPS, PFOS e ftalatos”, finaliza a empresa.

Vídeos que circulam no TikTok com testes de detecção de chumbo:

@leadsafemama_2022

#StanleyCup #ToxicStanleyCup #LeadSafeMama

♬ original sound – leadsafemama_2022

Riscos do chumbo para a saúde

No Brasil, o Inmetro tem atuado na identificação e controle de produtos com chumbo, mostrando progressos na redução da sua utilização. No entanto, alguns setores, como o de tintas e bijuterias, ainda utilizam o metal em grande escala.

De acordo com o Ministério da Saúde, o chumbo, um metal cumulativo e tóxico, atinge diversos sistemas do corpo, sendo extremamente nocivo, sobretudo para as crianças. Toda exposição ao chumbo traz riscos à saúde, afetando principalmente os sistemas neurológico, cardiovascular, digestivo e sanguíneo. As crianças estão em maior risco, devido à maior exposição e ao impacto do chumbo no desenvolvimento cerebral.

A atualização da OMS (Organização Mundial da Saúde) de 2021 sobre o impacto dos químicos na saúde pública revela que o chumbo causou aproximadamente metade das 2 milhões de mortes por exposição química em 2019. Globalmente, este metal contribui para cerca de 21,7 milhões de anos de vida perdidos por incapacidade.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado