Pesquisar
Close this search box.

Confira 5 tecnologias da Fórmula 1 que estão no seu carro

tecnologias fórmula 1
(Foto: Aston Martin/Divulgação)

A Fórmula 1 não é apenas o ápice do automobilismo; é também um laboratório de inovação tecnológica. Várias tecnologias que hoje são comuns nos carros do dia a dia tiveram sua origem nas pistas de corrida, mostrando como a competição impulsiona avanços significativos na engenharia automotiva. Confira abaixo uma lista de 5 tecnologias que nasceram na Fórmula 1, e hoje estão no seu carro!

Paddle Shifters: agilidade nas trocas de marcha

Uma das primeiras inovações transferidas da F1 para os carros comuns são os “paddle shifters”, as aletas para trocas de marcha, em português, introduzidos pela Ferrari em 1989. Permitindo trocas de marcha rápidas e precisas, essa tecnologia democratizou-se, estando hoje disponível até em modelos automáticos mais acessíveis. Elas também são conhecidas como “borboletas”.

(Foto: Reprodução)

Suspensão ativa: adaptação e conforto

Outra tecnologia pioneira, desenvolvida pela Williams em 1992, é a suspensão ativa. Esse sistema ajusta a suspensão do carro em tempo real, oferecendo melhor aderência e conforto em diferentes superfícies. Atualmente, é um recurso encontrado em muitos veículos de alta performance e até mesmo em alguns modelos mais comuns.

tecnologias fórmula 1
(Foto: Divulgação)

Fibra de carbono: leveza e segurança

A McLaren revolucionou o uso da fibra de carbono na F1 em 1981, com um chassi completamente feito deste material. Hoje, a fibra de carbono é amplamente utilizada na indústria automotiva para reduzir o peso dos veículos e aumentar a segurança dos ocupantes.

tecnologias fórmula 1
(Foto: Divulgação)

 

Volante multifuncional: controle ao alcance dos dedos

Os volantes multifuncionais, com inúmeros comandos integrados, foram outra inovação trazida das pistas de F1. O primeiro carro a adotar essa tecnologia foi o Mercedes-Benz Classe S, em 1998. Atualmente, é um recurso que logo se popularizou, e hoje até os carros mais baratos do Brasil contam com o equipamento. Eles trazem praticidade e mais segurança durante a condução.

tecnologias fórmula 1
(Foto: Divulgação)

DRS: eficiência aerodinâmica

Por fim, o Sistema de Redução de Arrasto (DRS), introduzido na F1 em 2011, encontrou seu caminho para os carros de rua, especialmente em modelos esportivos de marcas como Ferrari, Lamborghini e Porsche. Esse sistema melhora a eficiência aerodinâmica e a performance, destacando a contínua influência da F1 no desenvolvimento automotivo.

 A F1 como vetor de inovação

As tecnologias desenvolvidas na Fórmula 1 vão além da busca pela vitória nas pistas; elas têm o potencial de transformar a experiência de condução dos veículos que utilizamos no dia a dia. A transferência dessas inovações para carros comuns demonstra a importância do automobilismo como fonte de avanços tecnológicos, tornando as viagens mais seguras, confortáveis e eficientes.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado