Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Conheça a Weg, empresa que fez a bilionária mais jovem do mundo

Weg
(Foto: Weg/Divulgação)

A Weg, uma poderosa empresa brasileira de equipamentos elétricos, não apenas se solidificou como líder global em sua área, mas também gerou a bilionária mais jovem do mundo, Livia Voigt, de apenas 19 anos. Esta história começa na pequena cidade de Jaraguá do Sul, Santa Catarina, onde três visionários fundaram a empresa em 1961, desencadeando uma trajetória de inovação, crescimento e sucesso global.

Origens humildes, ambições globais

Nascida da visão de Werner Ricardo Voigt, Eggon João da Silva e Geraldo Werninghaus, a Weg inicialmente focava na fabricação de motores elétricos. Seu crescimento exponencial nas décadas seguintes foi marcado pela diversificação de produtos e pela expansão internacional, atendendo a uma demanda crescente por soluções em automação industrial, componentes eletroeletrônicos, entre outros.

Faturamento impressionante e expansão internacional

Com um faturamento anual de R$ 32,5 bilhões em 2023, a Weg destaca-se não apenas como uma das maiores empresas do Brasil, mas como uma competidora de peso no cenário internacional, rivalizando com gigantes como Siemens e Schneider Electric. Seu alcance global é ampliado por filiais em 37 países e fábricas em 15, consolidando sua presença como uma marca de referência no setor de equipamentos elétricos.

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado

Um legado de bilionários

A contribuição da Weg para a lista de bilionários da Forbes vai além de Livia Voigt. A empresa é responsável por uma linhagem de 28 herdeiros bilionários, cada um carregando a marca de um legado de empreendedorismo e inovação. Entre os nomes, está o de Eduardo Voigt Schwartz, primo das irmãs Lívia e de Dora Voigt de Assis. Ele é um dos principais acionistas individuais da companhia e sua fortuna é avaliada em US$ 1,3 bilhão (R$ 6,5 bilhões, na cotação atual). A irmã de Eduardo, Mariana Voigt Schwartz Gomes, tem a mesma fortuna. Já Anne Werninghaus, neta de Geraldo Werninghaus, tem patrimônio de US$ 1,2 bilhão (cerca de R$ 6 bilhões).

Inovação como pilar

A jornada da Weg é uma história de inovação constante. Desde suas origens como uma modesta fabricante de motores até se tornar uma líder em tecnologia e automação industrial, a empresa nunca deixou de buscar novas fronteiras e soluções avançadas para os desafios do mercado.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado