Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Veja o lucro recorde da Latam no 1º trimestre

Latam Brasil
(Imagem: divulgação/Latam)

A Latam anunciou um lucro líquido consolidado de US$ 258 milhões no primeiro trimestre de 2024. Um aumento de 112% em relação ao mesmo período no ano anterior. O resultado histórico é atribuído ao desempenho da alta temporada no setor de aviação na América do Sul.

Com base nos resultados do primeiro trimestre, a Latam revisou as projeções para o ano de 2024. O lucro antes de juros, impostos, depreciações, amortizações e aluguéis (Ebitdar) ajustado da companhia atingiu US$ 796 milhões. Agora, a empresa estima que esse indicador deverá variar entre R$ 2,75 bilhões e R$ 3,05 bilhões até o final do ano, em comparação com a projeção anterior de US$ 2,6 bilhões a US$ 2,9 bilhões.

As receitas operacionais da Latam aumentaram 18,4%, totalizando R$ 3,3 bilhões no primeiro trimestre. Principalmente, o aumento de 21% nas receitas de passageiros impulsionou o crescimento, atingindo R$ 3,321 bilhões. A margem operacional da companhia no período foi de 13,9%, representando um aumento anual de 3,4 pontos percentuais.

conteúdo patrocinado
Latam desiste dos aviões da Gol após reação de arrendadores

 

Então, durante o primeiro trimestre de 2024, a Latam transportou um recorde de 20,2 milhões de passageiros, um aumento de 19% em relação ao mesmo período de 2023. O número representa um fluxo de passageiros 2 milhões superior ao período pré-pandemia e é o maior já registrado pela companhia em um único trimestre. Além disso, o número de passageiros transportados para o exterior cresceu 32,5% na mesma base de comparação.

Desempenho financeiro

A capacidade de oferta de assentos (ASK) das operações consolidadas da Latam cresceu 17,5% em relação ao primeiro trimestre de 2023, superando os níveis pré-pandemia. O crescimento foi liderado pelas operações internacionais. A receita operacional por assento a cada quilômetro voado (RASK) atingiu 7,5 centavos de dólar, representando um aumento de 3%.

As despesas operacionais totais ajustadas foram de US$ 2,9 bilhões durante o trimestre, um aumento de 13,9% em relação ao ano anterior, principalmente devido ao aumento nas operações de passageiros e internacionais. Os custos com combustível de aeronaves diminuíram 3,3% em relação ao mesmo período de 2023. No entanto, o CASK de passageiros ajustado ex-combustível aumentou 7,5% em comparação com o mesmo trimestre de 2023, atingindo 4,3 centavos.

A taxa de ocupação consolidada da Latam foi de 84,4% no primeiro trimestre.

Situação financeira

Nos três primeiros meses de 2024, a Latam gerou US$ 137 milhões em caixa e encerrou o período com liquidez de US$ 3 bilhões. A relação dívida líquida/Ebitda da companhia ficou em 1,9x, com a expectativa de terminar o ano de 2024 entre 1,6x e 1,8x.

No mercado brasileiro, a Latam alcançou uma participação de 39% no primeiro trimestre de 2024, atingindo 41% em março, o que representa a melhor participação de mercado dos últimos 11 anos. O CEO da Latam no Brasil, Jerome Cardier, destacou a captura de demanda por viagens corporativas como um dos fatores-chave para esse crescimento.

Com base nos resultados do primeiro trimestre, a Latam também revisou para cima as projeções de ASK para o mercado brasileiro, prevendo um crescimento entre 8% e 10%, em comparação com a previsão anterior de 7% a 9%. Por fim, a operação consolidada prevê um crescimento entre 14% e 16%.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado