Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Ibovespa fecha em alta com Vale equilibrando a Petrobras

B3 - Ibovespa - Petrobras
(Imagem: divulgação/Ibovespa)

O Ibovespa fechou praticamente estável nesta quinta-feira (16), registrando um leve aumento de 0,20%, a 128.283,62 pontos. O desempenho positivo da Vale (VALE3), que subiu 0,73% devido ao aumento do preço do minério de ferro no mercado internacional, garantiu a estabilidade do índice. Outras mineradoras, como a CSN (CSNA3), também se beneficiaram, encerrando o dia com uma alta de 1,61%.

Por outro lado, a Petrobras (PETR3; PETR4) exerceu forte pressão negativa sobre o Ibovespa. As ações ordinárias da petroleira caíram 1,82%, enquanto as preferenciais recuaram 2,84%. A demissão de Jean Paul Prates, que deixou o cargo de presidente da companhia na tarde da última quarta-feira (15), gerou incertezas e receios entre os investidores, sendo vista pelo mercado como uma interferência política.

No grupo das maiores altas do dia, Minerva (BEEF3) e JBS (JBSS3) se destacaram, fechando com aumentos de 9,38% e 4,44%, respectivamente. Assim, os frigoríficos se beneficiaram da boa recepção do mercado ao balanço do primeiro trimestre de 2024 da JBS. A empresa apresentou resultados acima das expectativas.

conteúdo patrocinado
Maiores quedas

Entre as maiores quedas do dia, a CVC (CVCB3) despencou 7,44%, refletindo a renúncia do presidente do conselho de administração, Valdecyr Maciel Gomes. Ainda, outros dois membros do conselho também renunciaram da empresa. A Azul (AZUL4) também fechou em queda, registrando uma desvalorização de 5,44%. No acumulado do ano, a companhia aérea já apresenta uma queda superior a 27%.

Por fim, o desempenho do Ibovespa nesta sessão refletiu a influência de fatores específicos de empresas de grande peso no índice, com a Vale contrabalançando o impacto negativo da Petrobras.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado