Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
Publicidade

WeChat sob pressão: nova diretriz pode mudar o mercado

WeChat enfrenta novas regras de mercado na China

WeChat e os pagamentos móveis. (Foto: Divulgação)
WeChat e os pagamentos móveis. (Foto: Divulgação)

Recentemente, os reguladores chineses pediram à Tencent Holdings para reduzir a participação do WeChat no mercado de pagamentos móveis, alegando possível formação de truste e monopólio. Três fontes confirmaram a informação ao Nikkei Asia. A diretiva foca, entretanto, nos pagamentos presenciais via QR code, mais do que nas compras online. Não há metas numéricas precisas estabelecidas, mas o WeChat é cauteloso com o crescimento excessivo.

Inovações e popularidade

O WeChat é um aplicativo multifuncional com quase 1 bilhão de usuários. Desenvolvido pela Tencent, ele permite resolver problemas cotidianos, desde pedir comida até pagar um novo automóvel. Além disso, a Tencent, fundada em 1998 em Shenzhen, é avaliada em 500 bilhões de dólares. O WeChat alcança, assim, até mesmo usuários mais velhos em áreas remotas, que não possuem contas Alipay.

Impacto das novas regras no WeChat e nos pagamentos móveis

De tal maneira, o mercado de pagamentos móveis na China é dominado pelo WeChat Pay e Alipay, do Ant Group. Há cerca de 185 instituições de pagamento não bancárias no país. Nesse contexto, o WeChat está à frente do Alipay em termos de participação de mercado, com uma proporção de 3:2. Ele também lidera em número de transações, especialmente de pequeno valor.

conteúdo patrocinado

Leia também:

Crescimento e adaptação do WeChat

Analogamente, em 2023, os serviços comerciais e de fintech da Tencent, que incluem o WeChat, cresceram 15%, alcançando 203,8 bilhões de yuans (R$ 138,58 bilhões). No trimestre de março, o crescimento foi de 7%, devido ao aumento moderado dos gastos off-line e à diminuição na receita de taxa de saque. Portanto, para atender às exigências regulatórias, o WeChat aumentou as taxas de transação para alguns comerciantes e adicionou interoperabilidade com o UnionPay.

Perspectivas futuras

A Tencent segue adaptando suas estratégias para atender às novas diretrizes impostas pelo governo chinês. Nesse sentido, em 2021, o banco central propôs regras antitruste para provedores de serviços de pagamento. Os reguladores removeram as disposições detalhadas, mas ainda punem práticas monopolísticas.

O WeChat também tem utilizado os Canais, uma função de vídeo curto, para impulsionar o crescimento. Em 2023, os Canais atingiram 100 bilhões de yuans em valor bruto de mercadorias, com usuários gastando uma média de 40 minutos diários no segmento. A Tencent, portanto, continuará enfrentando desafios regulatórios e de mercado, ajustando-se para manter sua relevância e posição dominante no cenário digital da China.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado