Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Reag compra Empírica e se torna gigante no mercado de crédito

Reag se torna a terceira maior gestora de crédito

Reag compra Empírica. (Foto: Reprodução/Universo do Seguro)
Reag compra Empírica. (Foto: Reprodução/Universo do Seguro)

Na última quarta-feira (5), a Reag Investimentos anunciou a compra da Empírica Investimentos. Com essa aquisição, a Reag se torna a terceira maior gestora de crédito do Brasil, com cerca de R$ 25 bilhões sob gestão. A transação inclui a incorporação da equipe de 100 pessoas da Empírica, especializada em Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC) e créditos estruturados.

Fortalecimento do portfólio

Nesse sentido, com a compra da Empírica, a Reag fortalece sua posição no mercado de crédito. Os FIDCs triplicaram de tamanho nos últimos três anos, impulsionados por mudanças regulatórias que ampliaram o acesso a investidores qualificados e profissionais. Recentemente, a Solis Investimentos lançou um fundo para o varejo com cotas a partir de R$ 100.

Crescimento estratégico

Além disso, João Carlos Mansur, CEO da Reag, afirmou que o objetivo é dobrar o tamanho da gestora nos próximos dois anos. A empresa está, portanto, em negociações com outras casas em áreas como real estate, special situations, private equity e operações jurídicas.

Publicidade

Leia também:

Expansão recente

Em um contexto como esse, trata-se da segunda aquisição da Reag em 2024. Em março, a Reag adquiriu a gestora Quasar, que tinha cerca de R$ 1 bilhão sob gestão. Nesse sentido, a Quasar é conhecida por suas estratégias em operações estruturadas complexas, incluindo fundos imobiliários e de special situations. Essas aquisições refletem, assim, a estratégia da Reag de crescer por consolidações no mercado.

Essa parece ser, de tal modo, a tendência: segundo estudo publicado pelo NeoFeed, a consolidação entre gestoras independentes está apenas começando. Gestoras com menos de R$ 400 milhões sob gestão estão entrando em “modo sobrevivência”.

Leonardo Calixto, CEO da Empírica, destacou que a fusão permitirá à Empírica ganhar escala e visibilidade no mercado de crédito estruturado. A Reag está posicionada, portanto, para liderar essa nova fase, buscando novas aquisições e fortalecendo sua estrutura.

Histórico Da Reag

A Reag iniciou suas operações em 2012. Em 2015, recebeu autorização da CVM para início das atividades. Em 2017, ganha primeiro rating internacional de gestão da Fitch. Posteriormente, no ano de 2021, ganhou autorização para se tornar agente fiduciário.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado