Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Inflação sobre os alimentos é o que mais impacta população do Nordeste

Foto de Daniel Dan no Pexels

A recente alta da inflação impacta a alimentação e o consumo diário para 69% da população da região Nordeste neste final de 2021. Os dados são da mais recente pesquisa Radar Febraban, realizada pela Federação Brasileira de Bancos, sobre a economia e o consumo, que entrevistou três mil pessoas em âmbito nacional.

Abastecer o tanque também está pesando no bolso. A segunda maior preocupação da população do Nordeste sobre a inflação neste final do ano é a alta do preço dos combustíveis (37%).

O levantamento foi realizado no período de 19 a 27 de novembro. Indagados sobre o que fariam com eventuais sobras do orçamento, os entrevistados responderam que preferem investir em imóveis (36%) ou melhorar a própria educação ou da família (21%).

conteúdo patrocinado

“A pesquisa mostra que a inflação volta a ter um peso relevante na opinião pública, à medida que afeta diretamente na compra e na qualidade de vida da população. Por outro lado, sugere também que o desejo dos consumidores é por investimentos considerados conservadores”, aponta o cientista político e sociólogo Antônio Lavareda, presidente do Conselho Científico do Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe), responsável pela pesquisa.

O Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe), responsável pela pesquisa da Febraban, é uma das instituições mais respeitadas do Brasil no setor de pesquisas de mercado e opinião pública.

Tem equipes operacionais e consultores em todos os estados do País e atuação em âmbito nacional e internacional, sempre atualizado com o que há de mais inovador em técnicas e sistemas de pesquisas.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado