Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Terceira fase do Open Banking deve consolidar uso de Pix no varejo

Com a nova funcionalidade, estima-se um aumento na taxa de conversão de Pix. Foto de PhotoMIX Company no Pexels

A terceira fase do Open Banking já está em andamento e inclui uma nova funcionalidade para o uso do Pix. Por meio do Iniciador de Pagamentos, será possível realizar pagamento via Pix dentro do próprio aplicativo ou website, sem que o usuário precise acessar os canais da instituição financeira onde tem conta.

Essa operação será possível apenas nas instituições detentoras de conta transacional autorizadas pelo BC e certificadas no Open Banking. Segundo o Banco Central, já foram realizadas mais de 10 bilhões de transações por meio do pagamento instantâneo desde o lançamento em 2020.A ferramenta funciona de maneira similar ao QR Code, por meio de APIs que realizam a iniciação automática.

Porém, ao invés de ter que copiar o código e entrar no aplicativo ou site da instituição financeira para realizar o pagamento do Pix, a transação passará a ser realizada diretamente no site ou app do vendedor, possibilitando jornadas de autenticação simplificadas como, por exemplo, uma mensagem push. Com a nova funcionalidade, estima-se um aumento na taxa de conversão de Pix.

Publicidade

“O modelo de compartilhamento de dados trazido pelo Open Banking deve gerar boas oportunidades, especialmente para pequenas e médias empresas. Com a implementação da iniciação de transações de pagamentos por Pix, será possível melhorar a experiência do cliente, garantindo maior taxa de conversão nas transações online e, consequentemente, melhor retorno financeiro”, afirma Fernando Radunz, CIO do Banco BS2, banco digital PJ.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado