Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Petrobras bateu recorde de lucro líquido no 4º trimestre de 2021

O valor é maior que o dobro do lucro da empresa em 2019. Foto Agência Brasil

A Petrobras registrou lucro líquido de R$ 31,5 bilhões no quarto trimestre de 2021, o que levou ao resultado de R$ 106,6 bilhões na soma do ano passado. Os dados foram divulgados no Relatório de Desempenho Financeiro referente ao último trimestre do ano.

O valor é maior que o dobro do lucro da empresa em 2019, último ano antes da pandemia, e que corresponde ao segundo maior lucro de empresa de capital aberto, com R$ 40 bilhões, e 15 vezes superior ao alcançado em 2020, que foi de R$ 7,1 bilhões. A elevação no preço do petróleo à nível internacional, o corte de custos e o aumento nas vendas de combustíveis como energia elétrica e gás natural explicam resultado da Petrobras.

De acordo com o presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, no quarto trimestre de 2021 a estatal alcançou sólidos resultados operacionais e financeiros. Segundo o diretor financeiro e de relacionamento com investidores, Rodrigo Araujo Alves, tanto pela perspectiva operacional e econômico‐financeira quanto pela estratégica, há hoje uma companhia muito mais sólida e resiliente, capaz de evidenciar que a gestão racional e eficiente gera valor para a sociedade e para os acionistas.

Publicidade

Entre outros pontos do relatório, está a melhora da companhia na agência internacional de avaliação de crédito Moody’s, em 1 nível, de Ba2 para Ba1, com perspectiva estável, e elevação do rating intrínseco da companhia em 1 nível, de ba2 para ba1.

Outro ponto ressaltado foi a entrada de caixa com venda de ativos de US$ 4,8 bilhões em 2021, incluindo a conclusão da venda da Refinaria Landulpho Alves (RLAM), localizada em São Francisco do Conde, na Bahia, que representa cerca de 13% da capacidade de refino do Brasil, pelo valor de US$ 1,8 bilhão, e conclusão da oferta das ações da Petrobras Distribuidora no valor de US$ 2,2 bilhões.

Com o desempenho a petroleira anunciou a distribuição de mais R$ 37,3 bilhões em dividendos a seus acionistas, elevando para R$ 101,4 bilhões o valor pago aos investidores como retorno pelo resultado do ano passado. Ao fim de 2021 a dívida líquida da empresa ficou em R$ 47,6 bilhões, reduzindo 24,6% em relação a 2020.

Com informações da Agência Brasil

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado