Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Produtores se unem para propagar a cachaça cearense

O produto já ganhou até premiação em concurso nacional.

A Associação Amigos Produtores da Cachaça Superior de Viçosa do Ceará (APCVIC), criada na Região da Ibiapaba, no município de Viçosa, foi criada com o intuito de dar visibilidade e fomentar a produção de cachaça, na região. Distante 350 km de Fortaleza, Viçosa do Ceará tem 55 mil habitantes e é também conhecido como a “Suíça Cearense”, pelo clima ameno e paisagem bucólica.

A partir de agora, os produtores querem agregar ao produto produzido na região o título de melhor cachaça e aguardente de alambique do Ceará. Além de popularizar a “branquinha” local, os produtores estão unidos em torno de um objetivo ainda mais ambicioso: o de tornar o município um Polo de Produção de Cachaça com IG- Indicação Geográfica (IG) da cachaça de Viçosa.

O produto já ganhou até premiação em concurso nacional. Fruto da dedicação do grupo: conquistou a medalha de ouro no Concurso de Vinhos e Destilados do Brasil em 2021. Nos planos está, também, a criação da Carta de Cachaças de Viçosa, além da parceria com o Instituto Federal do Ceará (IFC), membro externo da associação, já está estabelecida.

Publicidade

E a busca conjunta por parcerias que incentivem a formalização e financiem as adaptações necessárias para obtenção do registro de produtores junto ao Mapa está no horizonte da diretoria. Mas o objetivo maior é a conquista da IG para a cachaça de Viçosa.

A distinção é concedida pelo INPI (Instituto Nacional de Propriedade Intelectual), ao fim de um processo longo e trabalhoso em que a especificidade da produção de um determinado local é comprovada. No setor de cachaça, por enquanto, só três regiões alcançaram esse reconhecimento: a fluminense Paraty, a mineira Salinas e a baiana Abaíra.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado