Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Startup lança cartão de crédito de olho no fim dos reembolsos corporativos

cartão de crédito corporativo
Foto: Divulgação

A travel tech mineira Onfly acaba de lançar um cartão de crédito próprio para as empresas. A solução, voltado a corporações de diferentes portes e segmentos, chega ao mercado em um momento que grande parte dos negócios miram esforços no controle dos gastos, eficiência financeira e uma melhor experiência dos colaboradores.

De forma ágil e simplificada, o cartão corporativo vem para auxiliar as empresas em seus processos administrativos de gastos e reembolsos de colaboradores. 

Segundo o CEO da startup, Marcelo Linhares, ao optar pelo cartão de crédito corporativo, não há mais necessidade das extensas planilhas para devolução do dinheiro aos funcionários quando eles “gastam do próprio bolso” para cafés, abastecimento de carro, cafés, almoços e jantares, consertar eletrônicos, etc. “Vamos ser combativos com a prática do reembolso, ela é equivocada, e coloca o funcionário como banco, para financiar a empresa. Reembolsos bagunçam a vida financeira dos colaboradores, precisamos acabar com isto”, explica.

Publicidade
Marcelo Linhares, CEO da Startup

Marcelo explica que esta tem sido uma tendência mundial, com pelo menos oito empresas unicórnio (com valor de mercado de 1 bilhão de reais) especializadas na área de cartões corporativos somente nos Estados Unidos e Europa.

Isso porque as empresas optantes pelo benefício não precisam mais dispor de uma equipe centrada para trabalhar manualmente com as transações de reembolso. Por outro lado, os funcionários, ficam isentos de gastar dinheiro do próprio bolso e correr o risco de, se perder o recibo ou a nota fiscal, não obter o dinheiro de volta, gerando desgastes.

O cartão da Onfly possui algumas funcionalidades de gestão, como limites de saques e de gastos, sendo que tudo funciona de acordo com a política de despesas da empresa. Outra novidade é que o cartão não é nominal, portanto, pode ser reutilizado por diversos colaboradores, e também é possível criar ilimitados cartões virtuais, para transações eletrônicas.

Como funciona:

  1. A empresa abre uma conta corrente na Onfly, onde toda gestão de saldos e limites dos cartões é feita em tempo real, para vários colaboradores, com alçadas de aprovação e dentro da política de viagem e despesas configuradas dentro da própria pessoa jurídica;
  2. Com o cartão de crédito da Onfly, que tem conciliação financeira com qualquer ERP através de APIs (Interface de Programação de Aplicações) públicas e abertas, é possível ter um workflow automatizado e completo desde a prestação de contas até a aprovação e baixa de pagamentos. Além disso, os comprovantes não serão perdidos e não haverá mais desperdício de tempo de pessoas com burocracias desnecessárias;
  3. Caso seja preciso comprovar as despesas, basta subir o recibo, por exemplo, não haverá nenhum tipo de dificuldade;
  4. Também é possível estabelecer limite de crédito e despesas, de acordo com a atividade ou o projeto.
conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado