Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
Publicidade

PL que moderniza o sistema elétrico brasileiro pode trazer benefícios e até diminuir o preço de energia, afirma especialista

Energia Eletrica
Foto: Pexels

Os deputados federais estão analisando um projeto de Lei em tramitação na Câmara que pode trazer grandes modificações para o setor elétrico brasileiro. O PL 414/2021 oferecerá ao consumidor a possibilidade de escolher seu fornecedor de energia e a opção de adquirir energia de uma matriz renovável ou não. “Isso pode estimular a competição entre as diferentes empresas do setor e até mesmo fazer o preço da energia cair”, afirma Alexandre Leite, sócio do escritório Cescon Barrieu e especialista no setor elétrico.

O texto também propõe a racionalização do consumo e geração por meio de incentivos tanto aos consumidores quanto às empresas do setor, além da possibilidade de digitalização do segmento e incorporação de tecnologias, como as soluções de smart grid, por exemplo.

Para o consumidor, as vantagens estão na possibilidade de escolha do fornecedor e na fonte da energia, mas vai além disso, segundo Alexandre. “Algumas vantagens com efeitos práticos também estão previstas como a maior gestão do cliente sobre sua conta de luz, por meio da gestão do consumo em um cenário de tarifa horária e a possibilidade de tarifa pré-paga”, explica.

Publicidade

 

Alexandre Leite, sócio do Cescon Barrieu Advogados

Porém, o advogado alerta que ainda permanecem dúvidas sobre alguns pontos do projeto. Um exemplo, segundo ele, é a previsão de contar com medidores inteligentes que substituirão o parque de medidores, porém, não está previsto quem arcará com o custo dessa renovação. Outras dúvidas dizem respeito à alocação dos custos relacionados aos contratos legados, e também aos impactos dessas mudanças para o setor. “Será preciso superar o desconhecimento da população em relação aos riscos, benefícios e possibilidades desse novo cenário e oferecer maneiras de permitir a integração dos consumidores a essa nova realidade”, finaliza.

Outro ponto que ainda acende bastante debate entre o mercado, é como funcionará o desligamento de clientes inadimplentes, especialmente em casos de tarifas pré-pagas. O mercado teme por uma judicialização significante do tema.

Atualmente, a matéria está em tramitação na Câmara dos Deputados em regime de prioridade. Por enviar mais de três comissões de mérito, no último dia 8 de março, foi determinada a criação de uma Comissão Especial para analisar o texto.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado