Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Com energia solar em alta, “marketing verde” entra na pauta de planejamento estratégico das empresas

Foto: Pexels

Os números apresentados em 2021 foram a base para uma previsão que vem sendo cumprida rigorosamente em 2022: o setor de energia solar deve crescer 24% até 31 de dezembro e há fortes elementos que levam a acreditar nesta projeção. No último ano, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) registrou um número recorde de projetos solares, com o país atingindo 12GW de capacidade solar instalada. O setor atraiu mais de R$ 21,8 bilhões em investimentos, de acordo com dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar).

Não bastasse, o Governo Federal sancionou em 2022 a Lei nº 14.300, que cria o marco legal da geração distribuída a partir de fontes renováveis no Brasil, ou seja, é a segurança jurídica do mercado e dos consumidores. A partir desta lei, gerar e consumir a própria energia sustentável passa a ser um direito de cada cidadão, do pequeno negócio e também do produtor rural do País.

Diante de um setor em franco crescimento e possibilidades cada vez mais amplas, torna-se primordial não só o marketing para energia sustentável como também uma estratégia acertada neste segmento. São justamente as indústrias de energia renovável que estão em fase de ascensão.

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado

De acordo com Saulo Camelo (foto), CEO da Camelo Digital, agência que auxilia empresas a alcançarem os seus objetivos com ferramentas e estratégias inovadoras, é o marketing digital quem desenvolve um trabalho bastante complexo com as empresas de instalação solar e em paralelo, sugere ao cliente as vantagens dos painéis solares. “Como acontece em qualquer setor, é necessário fazer uma consulta antes de confirmar uma compra e, para isso, é fundamental compreender os benefícios de ter aquele determinado produto ou serviço”, afirma.

E esta é uma peculiaridade do setor. Em relação a energia solar, há muitos clientes que, ao buscarem informações querem, na verdade, entender como se dá o processo de compra e a instalação, sem que os esclarecimentos sobre custos sejam deixados de lado. “Então, as empresas podem, a partir deste ponto, enfatizar seus produtos e serviços e, assim, atrair clientes”, explica Saulo.

Destaque

O marketing digital é que leva as empresas solares à aplicação de estratégias para a produção de leads solares. É neste ponto que entra o chamado marketing verde, o trabalho de evidenciar os benefícios de um determinado produto, ao mesmo tempo em que mostra não haver nele efeitos nocivos.

“Para isso, é importante que a empresa utilize o símbolo de verificado ambiental, demonstrando preocupação com a sustentabilidade, além da capacidade de reutilizar, reciclar e campanhas para conectar a população aos impactos produzidos pelos poluentes. As empresas que estão conectadas com o coletivo estão um passo à frente”, reforça o executivo.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado