Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Justiça manteve decisão que obriga J&F transferir 100% do capital da Eldorado Celulose

(Foto: Sora Shimazaki/Pexels)

A Paper Excellence, uma das maiores produtoras de papel e celulose do mundo, obteve ganho de causa no processo para assumir o controle da Eldorado Brasil Celulose, da qual já detinha 49,41% das ações. Na decisão divulgada na sexta-feira (29/07) a juíza Renata Maciel, da 2ª Vara Empresarial e Conflitos de Arbitragem, manteve a decisão arbitral que obriga a J&F a transferir para a Paper 100% do capital da Eldorado, com sede em Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul.

O tribunal arbitral, conduzido entre 2018 e 2021 pela Câmara de Comércio Internacional (ICC), reconheceu a razão e a boa-fé da Paper Excellence ao longo da negociação, decidindo por unanimidade (3 votos a 0) o direito da empresa de assumir o controle e, consequentemente, a gestão da produtora de celulose. Na época, o negócio de R$ 15 bilhões não foi finalizado, uma vez que a J&F decidiu pedir a anulação da arbitragem na Justiça.

A Paper Excellence tomou conhecimento de nota pública divulgada pela J&F em que a empresa volta a alegar a nulidade, agora da decisão judicial. “Lamentamos que a J&F, depois de violar maliciosamente o contrato de venda da Eldorado e de não cumprir a sentença arbitral, ataque a sentença proferida pela Justiça Brasileira. Fica evidente que a J&F muda seus alvos conforme suas derrotas”, disse a empresa em note.

conteúdo patrocinado

A afirmação da J&F sobre nulidade da sentença é mais uma demonstração da absoluta falta de respeito, desta vez com as decisões da justiça. As ações judiciais em trâmite na 2ª Vara Empresarial de São Paulo, cujas sentenças não estão nem nunca estiveram suspensas e este fato foi analisado pela Juiza Renata Maciel em sua sentença.

Superadas as questões judiciais, “nosso foco agora será integrar e operar a nova unidade brasileira da Paper Excellence. Posteriormente, avaliaremos o momento adequado para a expansão da planta”, diz Cláudio Cotrim, diretor-presidente da Paper Excellence no Brasil, que acumula mais de uma década de experiência no setor de celulose.

A Paper Excellence já havia concluído outras três aquisições desde o acerto inicial para a compra da Eldorado Celulose, em 2017. No início do mês de julho, adquiriu todas as ações ordinárias da norte-americana Resolute Forest Products, líder global na indústria de produtos florestais. A companhia também anunciou a compra bem-sucedida da Domtar no ano passado, a maior comerciante de papel para imprimir e escrever dos Estados Unidos. Anteriormente, em 2019, já havia adquirido a canadense Catalyst Paper.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado