Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Redução de salários em empresas de tecnologia e financeiras antecede recessão

Como é o Home Office dos altos executivos?

Em meio à ameaça de uma recessão e à necessidade de preservar recursos, uma nova tendência corporativa está surgindo: a redução da remuneração dos executivos mais poderosos na maior economia do mundo.

A Intel anunciou corte de 25% no salário-base do CEO e 15% na equipe de liderança. A Apple, mesmo sendo a empresa mais valiosa do mundo, não foi poupada e o CEO Tim Cook propôs redução de 40% em seu rendimento para este ano.

Em outra mudança, o CEO do Google, Sundar Pichai, informou aos funcionários que todos os executivos acima do nível de vice-presidente sênior terão uma redução significativa do bônus. Até os bancos de Wall Street estão promovendo cortes nos salários dos CEOs, com base na desaceleração dos negócios.

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado