Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Ifood chega a acordo com Cade sobre contratos exclusivos com os restaurantes

(Foto: Reprodução)

O iFood e o Cade alcançaram uma solução quanto aos contratos exclusivos com os restaurantes. O processo, que foi aberto em 2020 com uma denúncia do Rappi e seguido por Abrasel, 99Food e UberEats – todos eles abandonaram o serviço de entregas -, foi finalmente resolvido.

De acordo com o acordo, o iFood, que é líder absoluto no setor de delivery no Brasil, não poderá fechar contratos exclusivos com marcas que possuam 30 ou mais estabelecimentos. Além disso, novos contratos deverão ter uma duração máxima de dois anos, seguidos por um ano de “quarentena” da exclusividade. O volume de negócios do iFood em contratos exclusivos também não pode exceder 25% do total de sua operação no país.

O iFood afirma que o acordo com o Cade reconhece a legalidade da prática de contratos exclusivos com os restaurantes, que, em troca, recebem investimentos do aplicativo e condições comerciais diferenciadas.

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado