Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Portugal anuncia o fim dos vistos gold para frear o mercado imobiliário

(Foto: Fox/Pexels)

O mercado imobiliário português tem atraído cada vez mais investidores estrangeiros, em especial brasileiros e chineses. De acordo com dados oficiais, entre outubro de 2012 e agosto de 2022, os cidadãos brasileiros investiram mais de € 870 milhões (R$ 4,8 bilhões) no programa de vistos gold, que permitiam a residência em Portugal a estrangeiros que investissem € 500 mil (R$ 2,8 milhões) em imóveis no país.

No entanto, o governo português anunciou um pacote de medidas para conter a disparada de preços no mercado imobiliário. Entre as mudanças mais significativas, está o fim da concessão dos vistos gold, bem como a limitação da renovação dos vistos. Estrangeiros só poderão seguir com o benefício se o imóvel se tornar habitação permanente do proprietário ou de seus descendentes, ou se a propriedade for inserida no mercado de locação no longo prazo.

As alterações são uma resposta ao aumento das taxas de juros e à oferta escassa de imóveis, bem como ao crescente interesse de estrangeiros no mercado imobiliário português. Segundo dados da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal, os estrangeiros já representam mais de 10% das compras de propriedades no país. A situação é particularmente crítica nas grandes cidades, como Lisboa, onde os preços dos aluguéis aumentaram 36,9% entre dezembro de 2021 e o mesmo mês de 2022, de acordo com um levantamento realizado pela plataforma imobiliária Casafari em várias cidades europeias.

conteúdo patrocinado

Embora as mudanças no programa de vistos gold possam afetar o interesse de investidores estrangeiros no mercado imobiliário português, o governo acredita que as alterações são necessárias para garantir um mercado mais justo e equilibrado para todos os compradores, incluindo os próprios portugueses.

Veja mais dados:

Localização: Os brasileiros tendem a se concentrar nas principais cidades portuguesas, como Lisboa e Porto. Estas cidades são populares devido à sua beleza, cultura, clima ameno e qualidade de vida.

Perfil do comprador: Os brasileiros que compram imóveis em Portugal geralmente são de classe média alta, com idade média entre 30 e 50 anos. Eles procuram propriedades em áreas urbanas, perto de serviços e amenidades, e muitas vezes buscam aquisição de imóveis para investimento ou para mudar-se para Portugal.

Preços médios: O preço médio de um imóvel em Portugal varia dependendo da localização, tamanho e qualidade do imóvel. Em Lisboa, por exemplo, o preço médio por metro quadrado de um apartamento é de cerca de 3.500 a 4.000 euros, de acordo com o site Idealista. No entanto, os preços podem ser mais altos em áreas mais exclusivas.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado