Casino avalia venda de participação de US$ 600 milhões no atacarejo Assaí, diz empresa brasileira

O Assaí, empresa de atacarejo, está demonstrando resultados positivos de seu plano de expansão, tornando-se a rede alimentar com maior presença nos lares brasileiros no primeiro semestre de 2023.
Foto: Reprodução Assaí

Na terça-feira (07), a empresa brasileira Assaí informou que o grupo francês Casino está avaliando a possibilidade de vender uma participação adicional de cerca de 600 milhões de dólares no atacarejo. Segundo o Assaí, o Casino comunicou a intenção de iniciar trabalhos preliminares para uma oferta pública secundária de ações visando a potencial venda.

O Assaí ainda informou que o Casino contratou os bancos BTG Pactual, Bradesco BBI, Itaú BBA e JPMorgan para realizar a análise dos termos da transação, e que o valor da operação poderá ser aumentado dependendo das condições do mercado.

Atualmente, o Casino detém cerca de 30,5% das ações do Assaí, sendo que o restante está em livre circulação no mercado, e a maioria dos assentos no Conselho de Administração do atacarejo. O grupo francês vem indicando uma redução de seu poder no Assaí, incluindo pela venda de parte de sua participação no final do ano passado, em uma operação que movimentou 2,68 bilhões de reais.

Em fevereiro, o presidente do Assaí, Belmiro Gomes, afirmou que o atacarejo está caminhando para se tornar uma “corporation”, empresa de capital pulverizado. Nesta terça-feira, o Assaí disse que, sujeito à conclusão da potencial venda de fatia, proporá à próxima Assembleia Geral Ordinária, prevista para abril de 2023, “uma nova composição do Conselho de Administração com um número de membros indicados pelo Casino que reflita a sua participação resultante”.

Gomes afirmou em fevereiro que a renovação do Conselho daria “mais uma demonstração” de que a companhia caminha para virar uma “corporation”. “Estamos muito alinhados com nosso acionista controlador dentro desse sentido”, disse ele na ocasião. O Assaí destacou nesta terça-feira que o Casino ainda não tomou uma decisão final acerca da nova venda de fatia da companhia.

 

 

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado