Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Gestão de pessoas: um investimento ou um custo elevado para as empresas?

(Imagem: Robert Hundley/Pixabay)

A gestão de pessoas é uma área fundamental dentro de uma empresa, pois é responsável por gerenciar e desenvolver o capital humano da organização. No entanto, muitas empresas questionam se investir em gestão de pessoas é um custo elevado ou um investimento necessário para garantir a competitividade no mercado.

Para responder a essa questão, é importante entender o que envolve a gestão de pessoas. Ela compreende diversas atividades, como a seleção e contratação de funcionários, treinamento e desenvolvimento, avaliação de desempenho, gestão de benefícios e remuneração, entre outras.

Segundo especialistas, investir em gestão de pessoas pode trazer diversos benefícios para as empresas, como o aumento da produtividade, a redução do absenteísmo e do turnover (rotatividade de funcionários), a melhoria da qualidade dos produtos e serviços, entre outros.

Publicidade

No entanto, muitas empresas ainda veem a gestão de pessoas como um custo elevado, principalmente em tempos de crise econômica. Segundo um estudo realizado pela Fundação Dom Cabral, em parceria com a Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH), cerca de 60% das empresas brasileiras reduziram seus investimentos em gestão de pessoas durante a pandemia da COVID-19.

Mas será que essa redução de investimentos é realmente vantajosa a longo prazo? Para especialistas, a resposta é não. A falta de investimento em gestão de pessoas pode levar a uma série de consequências negativas para as empresas, como a perda de talentos, a diminuição da qualidade dos produtos e serviços, a queda na motivação e engajamento dos funcionários, entre outros.

Além disso, a gestão de pessoas pode ser um fator determinante para a competitividade das empresas no mercado. Empresas que investem em gestão de pessoas tendem a ter um ambiente de trabalho mais saudável e produtivo, o que pode gerar vantagens competitivas frente a concorrentes que não valorizam essa área.

Diante desse cenário, é importante que as empresas percebam a gestão de pessoas como um investimento estratégico e não apenas como um custo. Para isso, é preciso adotar práticas de gestão eficientes, que tragam resultados concretos para a empresa e seus funcionários.

Em resumo, investir em gestão de pessoas pode trazer diversos benefícios para as empresas, como o aumento da produtividade e a melhoria da qualidade dos produtos e serviços. Apesar de alguns considerarem a gestão de pessoas um custo elevado, não investir nessa área pode gerar consequências negativas a longo prazo, como a perda de talentos e a queda na qualidade do trabalho. Por isso, é fundamental que as empresas adotem práticas eficientes de gestão de pessoas, visando à competitividade e ao sucesso no mercado.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado