Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Rede de fast fashion, Mango, volta ao Brasil através da Dafiti

(Imagem: Pixabay)

A Mango, que é uma rede de fast fashion presente em 115 mercados e tem faturamento na casa de R$ 14,9 bilhões, está prestes a voltar a ser vendida no Brasil. Dessa vez, quem ficará responsável pela comercialização da marca de roupas casuais será a varejista de moda online Dafiti, que oficialmente inaugurará sua loja online nesta segunda-feira (13) com uma campanha digital.

A Mango fechou sua última loja física no país há dez anos, em janeiro de 2013, depois de somar pouco mais de uma dezena de lojas. A marca reclamou da burocracia e dos impostos de importação. Após tentar enveredar pela venda online, a pouca familiaridade do brasileiro com a modalidade na época não ajudou os planos da varejista espanhola. Agora, em 2023, após a pandemia ter forçado os consumidores a expandirem seu consumo digital, inclusive de moda, a Dafiti aposta que a empreitada será bem-sucedida.

A Dafiti, que já tem operações na Argentina, na Colômbia e no Chile, trabalha no Brasil com exclusividade as marcas internacionais Forever 21 (moda jovem), GAP (moda básica) e Ralph Lauren (acessórios e luxo). A Mango será uma “marca premium de entrada” voltada a mulheres maduras das classes A e B, dispostas a pagar em torno de R$ 300, em média, por peça. A coleção tem modelos de R$ 150 a R$ 500. Porém, o tíquete médio gasto na categoria moda e acessórios no Brasil em 2022 foi de R$ 192, o que já representa um desafio para a Dafiti, segundo o relatório Webshoppers 47 elaborado pela NielsenIQ Ebit.

Publicidade

Em um primeiro momento, apenas peças Mango femininas serão oferecidas em dez vezes sem juros, mesma condição adotada para todas as marcas comercializadas pela Dafiti. No Brasil, haverá apenas a importação das peças Mango. Por enquanto, o acordo entre Dafiti e a marca espanhola não contempla a produção local de peças, o que já é adotado com a Forever 21. A marca de moda jovem fechou suas lojas físicas no Brasil no ano passado, mas a Dafiti passou a comercializá-la no ambiente online.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado