Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Agricultura Familiar e as Novas Tecnologias: O Empoderamento da Juventude no campo – Por Eudes Xavier

Artigo Por Eudes Xavier, ex-deputado federal e atual assessor de articulação do SESC-CE.

A agricultura familiar é uma atividade que há muito tempo vem sendo passada de geração em geração. No entanto, com o avanço das tecnologias, a juventude rural tem se engajado cada vez mais na atividade, trazendo novas ideias e práticas para a produção. A utilização de novas tecnologias tem sido um fator decisivo para esse novo momento de engajamento, permitindo que jovens possam contribuir com o negócio de forma mais efetiva e inovadora.

Muitos jovens têm se engajado na agricultura familiar por meio da utilização de tecnologias simples, como o uso do Instagram e WhatsApp para divulgar e comercializar os produtos produzidos na propriedade. Essas plataformas digitais têm permitido que os produtores cheguem a um público maior, sem precisar investir em publicidade e intermediários. Além disso, os jovens têm se mostrado mais capacitados e preparados para lidar com as ferramentas digitais, o que tem trazido mais eficiência e inovação para a produção.

Um exemplo de sucesso desse novo momento de engajamento é o caso de uma família de agricultores no interior de São Paulo. Eles possuem uma pequena propriedade e, com a ajuda dos filhos, têm investido em tecnologias para melhorar a produção. Um dos filhos é responsável pela gestão das redes sociais da família, criando uma identidade visual para a marca e divulgando os produtos de forma mais eficiente. Outro filho utiliza drones para monitorar a plantação e identificar possíveis problemas, enquanto os pais são responsáveis pela produção em si.

Publicidade

Além disso, a utilização de tecnologias mais avançadas também tem permitido que jovens se engajem de forma mais profissional e inovadora. Por exemplo, muitos jovens têm investido em sistemas de irrigação de precisão, que permitem uma utilização mais eficiente da água e uma redução nos custos de produção. Outros têm utilizado sistemas de gestão integrada, que permitem o controle de todas as etapas do processo produtivo, desde o plantio até a comercialização.

A adoção de novas tecnologias na agricultura familiar tem permitido que muitos jovens e adultos se capacitem sem a necessidade de cursos mais extensivos ou burocráticos. Com a facilidade de acesso a informações na internet, é possível encontrar diversas fontes de pesquisa sobre técnicas de produção, gestão de negócios e inovações tecnológicas, inclusive através do YouTube e outras plataformas de vídeos online. Essas fontes de pesquisa têm permitido que jovens e adultos possam aprender de forma autônoma e inovadora, trazendo novas práticas e ideias para a produção agrícola. Além disso, a utilização de tecnologias mais acessíveis, como celulares e tablets, tem permitido que esses conhecimentos sejam aplicados na prática de forma mais rápida e eficiente, contribuindo para a modernização e a competitividade da agricultura familiar.

Em resumo, a utilização de novas tecnologias tem permitido que a juventude rural se engaje cada vez mais na agricultura familiar, trazendo novas ideias e práticas para a produção. Com o uso de plataformas digitais, drones, sistemas de irrigação de precisão e gestão integrada, os jovens têm se mostrado mais capacitados e preparados para enfrentar os desafios do setor, contribuindo para a sustentabilidade da atividade e para a segurança alimentar do país.

*Opinião – Artigo Por Eudes Xavier, ex-deputado federal e atual assessor de articulação do SESC-CE.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado