Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Semana Santa deve movimentar mais de 1,3 milhão de fiéis pelo país

(Foto: Pexels)

As tradicionais celebrações da Semana Santa devem reunir mais de 1,3 milhão de fiéis em 2023 e movimentar o turismo religioso no país. É o que estima um levantamento do Ministério do Turismo. Entre os destinos que devem receber um fluxo intenso de pessoas no período destacam-se as cidades de Aparecida (SP), Juazeiro do Norte (CE), Trindade (GO), Brejo da Madre de Deus (PE) e Planaltina (DF), que estão entre os destinos mais populares do segmento no Brasil.

Para a ministra do Turismo, Daniela Carneiro, o segmento religioso, especialmente nesse período, tem um importante potencial de contribuição para a reconstrução do setor turístico. “A Semana Santa é um dos principais eventos do nosso calendário com uma variada opção de atrativos religiosos que arrematam multidões pelos quatro cantos do país, movimentando economias locais em setores como indústria, comércio, serviços e artesanato, com geração de emprego e renda em todas as regiões do país”, disse.

A cidade de Brejo da Madre de Deus, em Pernambuco, realizará entre os dias 01 e 08 de abril a 54ª edição da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém. O evento é um dos maiores indutores de fluxo turística no estado e deve receber cerca de 60 mil pessoas, gerando um impacto de mais de R$ 200 milhões somente neste ano. Ao todo, o espetáculo já foi visto por mais de 4 milhões de espectadores no distrito de Fazenda Nova, na cidade de Brejo da Madre de Deus, sede do maior teatro ao ar livre do mundo.

Publicidade

Em Juazeiro do Norte (CE) cerca de 150 mil fiéis devem aproveitar a semana para visitarem a estátua de Padre Cícero, que recebe anualmente 2,5 milhões de visitantes por ano. Foi lá, como sacerdote, que Padre Cícero viveu por mais de sessenta anos, até sua morte, e onde ganhou fama de milagreiro. Juazeiro tem ainda o Museu Vivo, que conta a vida do padre e fica bem ao lado da famosa estátua. O local reúne turistas e devotos de várias partes do Brasil para exercerem sua fé e aliarem esse momento à contemplação de uma linda paisagem, onde o turista consegue visualizar a cidade.

No Centro-Oeste do país, a cidade-satélite de Planaltina (DF) promove o espetáculo a Paixão de Cristo, no Morro da Capelinha. A celebração, aclamada na capital federal e região, reúne em média 100 mil pessoas. Em Goiás, a Cidade de Goiás promove a Procissão do Fogaréu, patrimônio imaterial do estado. A apresentação, que simboliza a prisão de Jesus Cristo, traz 40 homens que compõem os farricocos encapuzados andando pelas ruas com tochas acesas e cantos em latim devem atrair mais de 20 mil fiéis.

Em Minas Gerais, estado dos tradicionais tapetes devocionais, a estimativa é de que pelo menos 70 mil pessoas celebrem o feriado religioso, principalmente nas cidades de Ouro Preto, Mariana, São João Del Rei e Tiradentes. Um dos principais símbolos da Semana Santa, o tapete é confeccionado por moradores e turistas na noite do Sábado de Aleluia e madrugada do Domingo de Páscoa no trajeto da Procissão da Ressurreição, dando continuidade a essa importante tradição.

TURISMO RELIGIOSO

No Brasil, o turismo religioso é responsável por gerar R$ 15 bilhões anualmente. Dentro da lista de mais de 300 municípios que possuem atrativos diversos do segmento, o Ministério do Turismo identificou 96 destinos que possuem calendário de eventos exclusivos do turismo religioso no país.

Anualmente são realizadas 8,1 milhões de viagens domésticas movidas pela fé (turistas, sem contar excursionistas). Ao somar com os excursionistas, chega-se a 18 milhões de viagens com essa motivação. Em relação aos turistas internacionais que procuram o Brasil com fins religiosos, este número é de aproximadamente 50 mil ao ano.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado