Pesquisar
Close this search box.

Pequenos negócios sofrem com comprometimento do caixa e dificuldades de acesso a crédito

Atividade Econômica de PMEs mostra Agronegócio e Comércio deslanchando
(Foto: Pixabay/Pexels)

Uma pesquisa realizada pelo Sebrae em parceria com o IBGE, intitulada “Pulso dos Pequenos Negócios”, revelou que mais da metade dos empreendedores de pequeno e médio portes estão operando com 30% de seu caixa comprometido para o pagamento de dívidas ou juros por prestações atrasadas. A situação é ainda mais alarmante para os microempresários, onde seis em cada dez afirmam destinar mais de 30% de suas receitas para despesas financeiras.

Esse cenário preocupante tem levado os proprietários de pequenos negócios a evitar a busca por novos empréstimos junto aos bancos. De acordo com a pesquisa, 73% dos empreendedores afirmaram não ter procurado crédito no mercado. Esse número representa um aumento de cinco pontos percentuais em relação à primeira edição do levantamento, realizado em agosto do ano passado.

O Sebrae ressalta que a manutenção de juros elevados pelo Banco Central cria um obstáculo para os empreendedores, já que o Brasil tem uma das taxas mais altas do mundo nesse aspecto. Essa situação vai de encontro a qualquer política sensata de crescimento econômico.

Além disso, a pesquisa também apontou outro problema enfrentado pelos pequenos negócios: a recusa dos bancos em conceder novos empréstimos devido ao risco de inadimplência. O levantamento indica que apenas 4 em cada 10 empresários que solicitaram crédito conseguiram uma resposta positiva.

Esses dados evidenciam a difícil situação financeira enfrentada pelos pequenos empreendimentos, com um alto comprometimento do caixa e a dificuldade de acesso a crédito. Esses obstáculos podem afetar negativamente o crescimento e a sobrevivência desses negócios, impactando a economia como um todo.

É fundamental que sejam adotadas medidas e políticas que facilitem o acesso ao crédito para os pequenos negócios, além de uma revisão das taxas de juros praticadas, visando fomentar o crescimento e a sustentabilidade dessas empresas tão importantes para o desenvolvimento do país.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado