Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Veja dicas para declarar imposto de renda para investidores na bolsa de valores

Prazo para declaração do Imposto de Renda
(Foto: Marcelo Camargo/Agência BRasil)

O prazo final para a entrega da Declaração de Imposto de Renda se aproxima, e se você é um investidor na bolsa de valores e ainda não fez a sua declaração, este artigo pode ajudar. Aqui estão algumas dicas que podem facilitar o preenchimento correto da declaração e até mesmo ajudá-lo a economizar dinheiro com impostos.

Para iniciar, o portal Gov.br oferece todas as instruções necessárias para fazer a declaração sem cometer erros. Além disso, os bancos e corretoras também disponibilizam manuais de instruções aos seus clientes.

Investidores na bolsa de valores precisam estar atentos a algumas particularidades. No entanto, a boa notícia é que o processo não é tão complicado quanto parece e requer mais atenção do que conhecimento especializado.

Publicidade

Aqui estão algumas situações em que é necessário informar ao Leão:

Se você realizou operações na bolsa ao longo de 2022 e vendeu mais de R$ 40 mil em ativos durante o ano, é preciso declarar à Receita Federal, informando todos os rendimentos, bens, direitos e operações realizadas na bolsa.

Se você recebeu mais de R$ 40 mil em distribuição de lucros, proventos ou outros rendimentos isentos.

Se vendeu qualquer quantidade de BDR, ETF, FII ou fez negociações no mercado futuro e obteve lucro.

Caso tenha realizado operações de day trade (compra e venda de um ativo no mesmo dia e na mesma corretora) e obteve lucro.

Se realizou swing trade de ações com valor superior a R$ 20 mil em algum mês.

Aqui estão algumas decisões que podem reduzir o imposto a ser pago:

Aportes em plano de previdência PGBL: Embora esse benefício não esteja diretamente relacionado a ativos da bolsa, é importante mencioná-lo, pois é uma forma de reduzir a tributação sobre o salário. Para obter o benefício fiscal, é necessário aplicar um valor equivalente a até 12% da sua renda tributável em um fundo de previdência PGBL. No entanto, é importante destacar que o aporte deve ter sido feito durante o ano fiscal de 2022.

Benefícios fiscais em operações na bolsa: Existem isenções de imposto de renda para ganhos de capital em operações de swing trade com ações na bolsa de valores, desde que o limite de R$ 20 mil por mês em negociações não seja ultrapassado. É importante ressaltar que esse valor se refere à soma das vendas realizadas, e não ao lucro. Essa isenção só se aplica a operações de swing trade, sendo que as operações de day trade são sempre tributadas em caso de lucro. É importante observar que essa isenção não se aplica a vendas de BDR, ETF, opções, FII, entre outros ativos, que são tributados em todas as operações lucrativas.

Algumas ações oferecem isenção de Imposto de Renda sobre o lucro: A Lei 13.043 de 2014 estabelece critérios específicos que isentam as vendas de ações de empresas pequenas e médias do pagamento de imposto de renda. Atualmente, as ações beneficiadas por essa isenção são: CRDE3, GSHP3, NUTR3, FRTA3, SQIA3 (apenas para quem comprou até 05/09/2019), AGRO3 (apenas para quem comprou até 04/02/2021), PRIO3 (apenas para quem comprou até 29/01/2021) e PRNR3.

É importante ressaltar que a negociação desses ativos não é contabilizada no limite de R$ 20 mil isentos por mês, pois eles são isentos de Imposto de Renda independentemente da quantidade negociada. No entanto, é fundamental não investir apenas com base na isenção do imposto.

Para incluir qualquer uma dessas ações em sua carteira, você deve seguir o mesmo critério que utilizaria para qualquer outro investimento: analisar os fundamentos da empresa, entender o negócio, as perspectivas de crescimento e lucratividade, e avaliar se o ativo está alinhado com seu plano de investimento.

Além disso, é possível compensar prejuízos na bolsa com lucros futuros, o que torna importante fazer a declaração, mesmo que você não esteja obrigado a isso. Ao informar os prejuízos acumulados em suas declarações anuais, você poderá utilizar esse benefício fiscal. Caso deixe de entregar uma declaração, perderá essa possibilidade de compensação, pois a Receita Federal não terá conhecimento dos seus ganhos ou perdas, o que impossibilitará a autorização da compensação.

É válido ressaltar que a compensação de prejuízos só pode ser feita em operações do mesmo tipo. Ou seja, prejuízos com day trade só podem ser abatidos do lucro com day trade, e operações de swing trade só compensam prejuízos de swing trade.

Embora não haja um prazo limite para a compensação dos prejuízos, eles devem constar nas declarações de Imposto de Renda. Portanto, é essencial manter o registro adequado de todas as operações realizadas na bolsa.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado