Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Economia cearense terá injeção com pagamento de parcela do 13º a servidores; saiba quanto

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O Secretário da Fazenda do Ceará, Fabrízio Gomes, revelou nesta segunda-feira, 29, que a economia estadual terá injeção de 1,8 bilhão com pagamento da primeira parcela do 13º salário aos servidores estaduais. O dinheiro cairá na conta no dia 12 de junho, data onde é comemorado no Brasil, o dia dos Namorados.

Segundo o titular da pasta, os dados são referentes ao salário da folha de junho, que soma R$ 1,3 bilhão, mais a primeira parcela do 13°, representando um acréscimo de 500 milhões. “Isso demonstra a capacidade financeira do Estado, com uma gestão fiscal equilibrada ao longo dos anos, que permite que essa antecipação seja feita”. reforçou.

A medida foi anunciada pelo governador do Ceará Elmano de Freitas e contemplará cerca de 160 mil servidores públicos estaduais, entre ativos, aposentados e pensionistas.

conteúdo patrocinado

Sobre o 13ª salário

Instituído em 1962, o 13º salário representa para o empregado brasileiro um alívio no orçamento doméstico e, por isso, é o mais aguardado dos salários. Devido a empregados com carteira assinada, aposentados, pensionistas e servidores, o benefício, também conhecido como gratificação natalina, deve ser pago pelo empregador em duas parcelas: a primeira entre 1º de fevereiro e 30 de novembro; e a segunda até 20 de dezembro.

O cálculo do 13º salário se dá pela divisão da remuneração integral por 12 e a multiplicação do resultado pelo número de meses trabalhados. Outras parcelas de natureza salarial, como horas extras, adicionais (noturno, de insalubridade e de periculosidade) e comissões também entram nesse cálculo.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado