Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Meta determina volta de funcionários ao trabalho presencial

Foto: Divulgação/Flickr

Controladora do Facebook e do Instagram, a Meta determinou na segunda-feira, 5, que a maioria dos seus funcionários voltem a dar expediente nos escritórios da empresa norte-americana por pelo menos três dias da semana. A decisão tomada pelos gestores vai ao encontro do que já fora previsto pelo presidente da empresa, Mark Zuckerberg, que havia incentivado o retorno ao escritório, em março.

“Nossa análise inicial dos dados de desempenho sugere que os engenheiros que ingressaram na Meta pessoalmente e depois foram transferidos para o remoto ou permaneceram pessoalmente tiveram um desempenho melhor, em média, do que as pessoas que ingressaram remotamente”, disse Zuckerberg na ocasião.

Na opinião do dono da Meta, o objetivo é que os profissionais sejam mais eficientes e rentáveis. Porém, nem todos os colaboradores serão atingidos com essa decisão. Ela será válida apenas para os profissionais que atuam no formato híbrido, ficando de fora os que acertaram contrato para uma jornada totalmente remota.

Publicidade

Devido à pandemia do novo coronavírus, os funcionários da Meta tiveram que se adaptar ao Home Office, por conta das medidas restritivas adotadas por governos para combater a disseminação da doença. Mas, depois de passado o pior momento da covid-19, as empresas iniciaram a retomada de suas atividades, incluindo a exigência ao retorno ao trabalho presencial. Big techs como Amazon, Google, Apple e Microsoft exigiram a volta dos profissionais ao escritório de suas companhias.

Atualmente, a média de trabalho presencial dos funcionários da Meta fica em torno de 2,2 dias por semana, segundo levantamento do Wall Street Journal. A decisão da empresa incomodou os colaboradores, que, de acordo com jornais internacionais, dizem que enquanto eles voltam ao expediente, alguns executivos de alto escalão dirigem suas divisões de locais distantes da sede da empresa, na Califórnia. A Meta tem cerca de 75 mil funcionários.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado