Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Mercado financeiro registra leve alta e dólar volta a subir em meio a oscilações

(Foto: David McBee no Pexels)

O mercado financeiro brasileiro fechou a quarta-feira (07/06) com resultados mistos, enquanto os investidores continuam em busca de proteção em meio a incertezas internas e externas. Após uma sequência de quatro sessões de baixa, o dólar comercial registrou uma ligeira valorização de 0,24%, terminando o dia cotado a R$ 4,924.

Contrariamente ao movimento do dólar, o principal índice da Bolsa de Valores brasileira (B3), o Ibovespa, encerrou o dia com uma valorização de 0,77%, marcando 115.488,16 pontos. Também registramos altas nos índices IBX (+0,79%), IBX50 (+0,87%) e IEE (+0,82%). No entanto, o INDX apresentou uma leve queda de -0,06%.

No panorama das ações, os destaques foram PETR4.SA (+3,03%), VALE3.SA (+1,76%) e ITUB4.SA (+0,29%), enquanto BBDC4.SA registrou uma ligeira queda de -0,24%. As ações mais valorizadas do dia foram BPAN4.SA (+7,11%), ENEV3.SA (+5,17%) e YDUQ3.SA (+4,16%), enquanto as que tiveram maior queda foram IRBR3.SA (-6,07%), AZUL4.SA (-3,76%) e CMIN3.SA (-3,14%).

Publicidade

No campo da inflação, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu 0,23% em maio, após uma alta de 0,61% em abril. O resultado ficou bem abaixo das expectativas do mercado, que projetava um avanço de 0,33% no índice. No acumulado dos últimos 12 meses, o IPCA registrou um aumento de 3,94%.

Os títulos do Tesouro Direto também apresentaram mais um dia de queda, com o mercado reagindo aos dados de inflação divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na manhã de quarta-feira, o Tesouro Selic 2026 estava cotado a uma taxa de 0,07%, enquanto o título com vencimento em 2029 apresentava um retorno de 0,18%.

No cenário internacional, o crédito ao consumidor nos Estados Unidos cresceu US$ 23 bilhões em abril, superando as expectativas de analistas, que previam uma alta de US$ 22 bilhões.

Ainda no âmbito do mercado de câmbio, o Brasil registrou um fluxo cambial positivo de US$ 12,780 bilhões até 2 de junho de 2023, de acordo com dados do Banco Central. Esta é uma mudança significativa em relação ao saldo negativo de US$ 3,233 bilhões em 2022.

Em conclusão, o mercado financeiro apresentou uma leve recuperação na quarta-feira, embora os investidores continuem cautelosos devido às incertezas globais e locais. A expectativa é de que as flutuações continuem nos próximos dias, com os investidores atentos às tendências de inflação e ao cenário econômico global.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado