Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Milhares de Passageiros com voos adiados da Flybondi devido a Restrições Cambiais na Argentina

Companhia Aérea Flybondi (Divulgação)

Mais de 5.500 passageiros estão com voos adiados da Flybondi devido a restrições cambiais na Argentina, Desde quarta-feira (7/6), a companhia aérea de baixo custo enfrenta dificuldades para cumprir com os pagamentos de aluguel de aeronaves e serviços especializados contratados no exterior, devido à falta de acesso ao dólar.

Segundo a Flybondi, os adiamentos serão de pelo menos três dias, gerando incômodo e frustração aos viajantes. Em comunicado obtido pela agência Associated Press, a empresa explicou que enfrenta problemas em quitar as dívidas com a Air Castle, empresa responsável pelo arrendamento das aeronaves, devido às restrições impostas pelo governo argentino para preservar as reservas do banco central e proteger o peso, moeda local.

A Flybondi revelou que depende do acesso à moeda estrangeira para efetuar pagamentos no exterior, principalmente para honrar contratos e pagar serviços especializados em dólar. No entanto, nos últimos dois meses, a empresa não obteve as aprovações necessárias para realizar as transações, resultando em atrasos acumulados nos pagamentos, especialmente no aluguel das aeronaves.

Publicidade

Até o momento, 22 voos foram cancelados e outros dez foram remarcados, sem divulgação dos destinos específicos afetados. Os voos cancelados e remarcados seriam realizados pelos dois Boeing 737 alugados pela Flybondi da Air Castle.

Com cinco anos de operação na Argentina, a Flybondi espera que o processo de aprovação para acesso ao dólar seja ágil e rápido, levando em consideração a necessidade de agilidade do setor aéreo. No entanto, a empresa não descarta a possibilidade de novos cancelamentos e atrasos caso a situação não se normalize.

Além de suas operações domésticas, a Flybondi também mantém três rotas para o Brasil, com 17 voos semanais partindo de Buenos Aires (EZE) com destino a Florianópolis (FLN), São Paulo (GRU) e Rio de Janeiro (GIG). Os passageiros que planejavam utilizar essas rotas também podem ser afetados pelos adiamentos e cancelamentos resultantes das restrições cambiais impostas pelo governo argentino.

Segundo a companhia, a Flybondi está trabalhando para resolver a situação o mais rápido possível e minimizar os impactos aos passageiros, mantendo-os informados sobre quaisquer mudanças nos voos. A companhia espera que as restrições cambiais sejam aliviadas em breve, permitindo que os serviços operem de forma regular novamente.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado