Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

SentiLink: Revolucionando a Segurança Fintech com Inovação em Detecção de Fraudes

Na indústria financeira, onde a segurança é indispensável, a startup norte-americana SentiLink, fundada por Naftali Harris e Maxwell Blumenfeld, ganha destaque. Em seis anos de operação, tornou-se um player importante no setor fintech.

Segundo a Forbes, a receita da SentiLink no último ano atingiu a marca dos US$ 25 milhões, mais que o dobro em relação ao ano anterior. A empresa agora atende a mais de 300 instituições, entre elas, sete dos 15 maiores bancos e seis das dez maiores cooperativas de crédito dos EUA, além de grandes nomes do setor fintech como Ramp e Plaid.

Em julho de 2021, a SentiLink arrecadou US$ 70 milhões em um financiamento que avaliou a empresa em US$ 430 milhões, de acordo com o PitchBook. Harris informa que a startup gasta apenas US$ 1 milhão por mês, possuindo capital suficiente para operar por mais de cinco anos sem necessidade de novos aportes.

Publicidade

A ideia para a SentiLink surgiu quando Harris e Blumenfeld detectaram doze solicitações de crédito suspeitas. Todas possuíam o mesmo nome e data de nascimento, mas com diferentes números de Seguro Social. Reconhecendo essa fraude, eles entenderam a necessidade de uma solução mais robusta para os problemas de risco da indústria financeira, o que levou à criação da SentiLink.

Reconhecidos na lista Forbes 30 Under 30 em 2020, Harris e Blumenfeld veem a SentiLink estrear este ano na Fintech 50, seleção anual da Forbes das startups fintech mais inovadoras.

Com uma estratégia bem definida, capital de giro e uma base de clientes robusta, a SentiLink se posiciona para aprimorar sua solução de detecção de fraudes e expandir suas operações.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado