Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Presidente Lula critica exigências da União Europeia em acordo com o Mercosul

(Foto: Divulgação)

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva manifestou preocupação com as demandas propostas pela União Europeia (UE) para a conclusão de um acordo com o Mercosul. Em seu discurso na Cúpula para um Novo Pacto Financeiro Global, realizada em Paris, Lula destacou a necessidade de tornar os acordos comerciais mais equitativos.

Lula enfatizou seu interesse em firmar um acordo com a União Europeia, no entanto, apontou as complicações impostas por um adendo apresentado pela UE, que impede a materialização do acordo. Ele assegurou que enviará uma resposta às demandas, mas também enfatizou a necessidade de iniciar um diálogo para resolver as questões pendentes.

O presidente questionou a viabilidade de uma parceria estratégica quando há um adendo que põe em risco tal relação. Durante seu discurso, Lula estava acompanhado pelo presidente francês Emmanuel Macron, anfitrião do evento.

Publicidade

Lula elogiou a formação da União Europeia como um patrimônio democrático para a humanidade. Ele ressaltou o fato de a UE ter conseguido estabelecer um Parlamento e conviver com divergências, sempre promovendo discussões democráticas. Lula expressou sua esperança de que a América do Sul possa seguir um caminho similar.

O líder brasileiro também indicou o interesse em formar novos blocos para negociar com a União Europeia. Nesse contexto, Lula destacou a necessidade de reestruturar o funcionamento do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional (FMI), clamando por uma maior participação e representação nesses órgãos.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado