Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Água contaminada no Rio de Janeiro na próximas 72h

(Foto: aleksandar littlewolf/ Freepik)

A Cedae, responsável pelo abastecimento de água na região metropolitana do Rio de Janeiro, anunciou a retomada da operação na Estação de Tratamento de Água (ETA) Guandu após a detecção de contaminação por surfactantes, presentes em detergentes, no Rio Guandu. A suspensão do fornecimento de água foi uma medida preventiva para garantir a qualidade da água tratada. A contaminação afetou cerca de 11 milhões de pessoas em oito municípios

Técnicos da unidade realizaram análises laboratoriais e monitoramento constante para assegurar a qualidade da água, confirmando a eliminação dos riscos à saúde pública. No entanto, a normalização do abastecimento pode levar até 72 horas.

O presidente do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), Philipe Campello, afirmou que a espuma de surfactantes se originou de um lançamento criminoso na água. A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar o incidente, envolvendo os 72 estabelecimentos industriais e comerciais autorizados a despejar substâncias no Rio Guandu.

Publicidade

As empresas responsáveis pela distribuição de água da Cedae, como a Iguá Saneamento, Águas do Rio e Rio+Saneamento, recomendaram à população que economize água durante esse período. O desconto nas contas não será automático, conforme explicou Thiago Bernardo da Silva. O advogado e sócio do escritório GBF Advogados elucida que a cobrança da conta é feita de acordo com o volume de consumo dos clientes.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado