Daniela Teixeira indicada por Lula para ministra do STJ

Daniela Teixeira, advogada do DF, é indicada por Lula ao STJ. Se confirmada, será a sétima mulher na Corte. Saiba mais sobre a nomeação.
(Foto: OAB/DF)

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva indicou a advogada Daniela Teixeira para o Superior Tribunal de Justiça (STJ). Segundo nota do Planalto, a escolha reflete o reconhecimento de uma carreira jurídica e reforça a crescente inclusão feminina em cargos judiciais de alta relevância.

Daniela Teixeira tem 51 anos de idade atua no Distrito Federal e foi a única mulher da lista tríplice enviada ao presidente pelos ministros do STJ. Na sua trajetória acadêmica é graduada pela Universidade de Brasília (UnB), possui especialização pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e mestrado pelo Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP). Além disso, na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) foi conselheira federal e vice-presidente no DF.

O Conselho Federal da OAB também se manifestou favoravelmente à nomeação de Daniela, reforçando sua competência e representatividade.

Ao STJ cabe a relevante missão de uniformizar a interpretação da legislação federal brasileira. A presença de Daniela Teixeira pode fortalecer a representatividade feminina na Corte, que já conta com outras seis ministras. Caso seja confirmada pelo Senado, Daniela se unirá a magistradas como Maria Tereza de Assis Moura, Regina Helena Costa e Laurita Vaz.

Além da vaga destinada à advocacia, o STJ encaminhou uma lista de quatro nomes ao presidente Lula para a vaga de desembargadores estaduais. A escolha ainda está pendente e inclui desembargadores de diversos estados.

Lula ainda terá a responsabilidade de indicar um nome para o Supremo Tribunal Federal (STF).

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado