Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Pessoa resgata R$ 2,8 mi “esquecidos” nos bancos via SVR do BC

(Foto: Reprodução/internet)

Um indivíduo conseguiu resgatar a quantia de R$ 2,8 milhões em recursos não reclamados nos bancos por meio do Sistema de Valores a Receber (SVR) do Banco Central. Conforme Carlos Eduardo Rodrigues da Cunha Gomes, chefe de Departamento de Atendimento Institucional do BC, revelou ontem (28), este montante representa o maior valor retirado diretamente por uma pessoa física. Neste sentido, exclui-se recursos devolvidos por contato direto com a instituição financeira. Já para pessoa jurídica, o recorde é de R$ 3,3 milhões.

Gomes ressaltou que apesar dessa grande quantia, a maioria dos valores presentes no SVR são abaixo de R$ 100, cerca de 88% deles. Ele compartilhou esses dados durante a live semanal do BC, na qual esclareceu dúvidas sobre o SVR. A divulgação do programa na mídia incentivou as pessoas a buscarem valores “esquecidos”, como aqueles ligados ao encerramento de contas. Além disso, Gomes alertou para golpes, como os praticados por sites falsos.

A população brasileira ainda tem a possibilidade de sacar aproximadamente R$ 7,178 bilhões em recursos não reclamados nos bancos, conforme relatório de junho do BC. Até o sexto mês deste ano, a população recuperou R$ 4,432 bilhões, beneficiando mais de 14 milhões de pessoas físicas e cerca de 572 mil empresas. Somente em junho, foram devolvidos R$ 229 milhões.

Publicidade

O Sistema de Valores a Receber é uma ferramenta do BC do início de 2022. Ela permite que os cidadãos recuperem fundos esquecidos em bancos e outras instituições financeiras. Após um início turbulento devido à alta demanda, a segunda fase do sistema teve adiamento. O motivo foi uma greve dos servidores do BC no ano passado. Assim sendo, o acesso retomou em março deste ano.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado